Fórum dos Servidores recebe diretor do Sinafresp para esclarecer sobre Auditória da Dívida Pública

Os coordenadores do Fórum dos Servidores Públicos do Estado de Mato Grosso do Sul recebeu, na tarde desta quinta-feira (29), o auditor fiscal José Marcio Rielli Motti, diretor de Assuntos Jurídicos do Sinafresp (Sindicato dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo) para explanar sobre a Auditória Cidadã da Dívida Pública e demais temas que tendem prejudicar e retirar direitos dos servidores públicos do País, entre eles o PLC 54, PEC 241 e PLS 204.

Do SINDIJUS-MS (Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul), entidade integrante do Fórum dos Servidores, participaram o presidente Fabiano Reis e o vice Leonardo Lacerda.

 Também estiveram presentes dirigentes do Sindafaz-MS, Sinsap-MS, Sinsemp-MS, Sinder-MS, Dieese-MS, Sigeasfi, Sinpol-MS, Sifems, ACP, Nova Central-MS, secretário do Fórum dos Servidores, além de representantes de advocacia  e  imprensa.

 José Marcio Rielli Motti é defensor da Auditoria Cidadã da Dívida e tem visitado várias entidades em todo País explicando sobre a importância da medida. “Defendo a auditória para podermos ver o nível dos nossos débitos, que tem sido pagos de uma forma inadequada e acabaram se estendendo por muitas mais”, ressaltou.

“Com auditoria poderá reduzir a dívida do Brasil e ter uma redução da taxa de juros, que no País é o maior no mundo. Além disso, temos que fiscalizar nossos representantes porque muitos deles, ainda que tenham boa fé, não sabem o que estão fazendo, não sabem o que estão sendo encaminhados no Congresso Nacional”, pontuou José Marcio.

Também foi falado sobre o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 54/2016, que tramita no Senado Federal, antes na Câmara dos Deputados como Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/2016, Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016, que visa instituir Novo Regime Fiscal, e o Projeto de Lei do Senado PLS 204/2016, que dispõe sobre a cessão de direitos creditórios originados de créditos tributários e não tributários dos entes da Federação.

Auditoria Cidadã da Dívida PúblicaDesde o início de seu funcionamento a Auditoria Cidadã da Dívida vem sendo coordenada por Maria Lucia Fattorelli, de forma totalmente voluntária e cidadã. Conta também com o trabalho voluntário e a colaboração, apoio e participação de grande número de cidadãos e entidades da sociedade civil que vem se integrando ao movimento desde o seu nascedouro em 2001. Veja mais informações em http://www.auditoriacidada.org.br/

Nos dias 6 e 7 de outubro (quinta e sexta-feira), uma das principais coordenadoras da Auditória Cidadã, Maria Lucia Fattorelli, estará em Campo Grande, cumprindo agenda na Capital para esclarecer sobre a auditoria. Na quinta, há a previsão de Fattorelli discursar na tribuna da Casa de Leis, durante sessão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS).

Comentários

Comentários