Fiscalização no transporte cobra emissão obrigatória de bilhete por operadores autônomos

Foto: Divulgação

Carros particulares de transporte coletivo ilegal e transportadores autônomos cadastrados foram os alvos da fiscalização de terça-feira (29.01) realizada pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan).

Uma das operações ocorreu no trecho que liga Rochedo a Campo Grande, e teve o objetivo de verificar a existência de particulares praticando indevidamente o transporte de pessoas e, ao mesmo tempo, conferir o cumprimento das normas por operadores de micro-ônibus que têm autorização para o serviço.

Na rodovia MS-080, os fiscais autuaram o autônomo que faz a linha Corguinho-Campo Grande por não estar emitindo os bilhetes  para cada viajante, o que é obrigatório.

Em outra operação, no posto da Polícia Rodoviária Federal na BR-262 em Terenos, 15 veículos foram abordados para verificação. O resultado também foi uma autuação pela mesma infração – a falta de emissão de passagem – praticada por operador autônomo credenciado de Dois Irmãos do Buriti.

Créditos: Gizele Oliveira, Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan)

Comentários

Comentários