FGTS: saiba como resgatar o dinheiro de contas inativas

O governo federal vai permitir que os recursos das contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) que não receberam depósito a partir de 31 de dezembro de 2015 sejam sacados.

Participam deste benefício contas que ficaram sem depósito por mais de três anos, e cujo trabalhador não teve emprego formal nesse período. O calendário com as datas dos saques será divulgado em fevereiro.

INATIVAS

Quem tem contas inativas no FGTS já pode fazer os saques segundo a regra em vigor. Ela é considerada inativa quando não recebe nenhum depósito durante 3 anos e a pessoa fica fora do sistema do FGTS durante esse mesmo período comprovando que não houve neste período vínculo formal de emprego.

 Embora as contas do FGTS sejam relacionadas aos empregos, se houver registro de um novo trabalho formal em até 3 anos após a saída do último, as contas antigas não ganham status de inativas. Para as contas anteriores a 1 de junho de 1990, a exigência é apenas que a conta tenha ficado 3 anos sem depósitos.

SAQUE

Para resgatar o dinheiro o trabalhador deve ir até uma agência da Caixa Econômica Federal a partir do mês de seu aniversário com documento de identificação, carteira de trabalho e cópias da página de registro civil deste documento (frente e verso) e de cada contrato de trabalho. O saldo pode ser consultado através de aplicativo do FGTS, em caixas eletrônicos, agências e site da CEF.

Comentários

Comentários