Fábrica de extintores demite 20{d124abb9778216420301f7a7fdee54f2d809ca471a8d69088da1a3e9d609e3df} após fim da obrigatoriedade em carros

Começou a valer a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que torna facultativo o uso de extintores de incêndio em carros, caminhonetes, camionetas e triciclos de cabine fechadas.

Com a nova legislação, quem produz extintores já está tomando medidas para adequar a produção a redução da demanda.

A associação dos fabricantes de extintores (Abiex) ainda não consegue estimar a queda nas vendas, mas já afirmou que parte dos 10 mil trabalhadores envolvidos na cadeia produtiva perderá o emprego.

De acordo com o Contran, a Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA) informou que dos 2 milhões de sinistros em veículos cobertos por seguros, 800 tiveram incêndio como causa. Desse total, apenas 24 informaram que usaram o extintor, equivalente a 3{d124abb9778216420301f7a7fdee54f2d809ca471a8d69088da1a3e9d609e3df}.

Comentários

Comentários