Exército mantém rigorosa fiscalização na fronteira Norte do Brasil, na atuação contra possíveis delitos.

FOTO: Exército Brasileiro

Boa Vista (RR) – O Exército Brasileiro, por intermédio da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) e suas organizações militares subordinadas, mantém a rigorosa fiscalização da fronteira, no contexto da Operação Escudo, atuando no combate permanente contra os delitos transfronteiriços e ambientais, especialmente nos municípios de Bonfim e Pacaraima, no norte do estado de Roraima.

O Exército cumpre seu papel constitucional na faixa de fronteira, contribuindo para a proteção da sociedade roraimense, pela aplicação das Leis Complementares 97/1999, 117/2004 e 136/2010, que confere à Instituição o poder de polícia para atuar nessa região. As ações são coordenadas pela 1ª Bda Inf Sl e está ocorrendo de forma ininterrupta durante todo o ano.

Desde 25 de janeiro de 2018, quando a Operação Escudo foi desencadeada em Pacaraima, houve o reforço de efetivo militar no 3º Pelotão Especial de Fronteira e a intensificação das ações por meio de patrulhas motorizadas e a pé e em postos de bloqueio de controle de estradas (PBCE), onde são revistados pessoas e veículos terrestres.

A Operação Escudo conta com a participação de órgãos de segurança pública das esferas federal e estadual, bem como com integrantes da Receita Federal do Brasil e Secretaria de Fazenda do Estado de Roraima.

CRÉDITO: Assessoria do Exército Brasileiro

Comentários

Comentários