Estudantes da REE apresentam projetos na IX Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de MS

Foto: Adersino Valensoela Gomes Junior- Secretaria Estadual de Educação

42 projetos de estudantes da Rede Estadual de Ensino serão apresentados na IX Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (FETECMS), que acontece nos dias 23 a 27 de julho, no Ginásio Moreninho, em Campo Grande. A Cerimônia de Abertura da FETECMS, ocorrerá às 19 horas, do dia 23 de junho, no Teatro Glauce Rocha.

O evento é realizado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e pelo Grupo Arandú de Tecnologias e Ensino de Ciências, reunindo trabalhos de estudantes dos níveis fundamental e médio e serão apresentados cerca de 200 projetos de pesquisa.

Coordenador de Políticas para o Ensino Médio e Educação Profissional (COPEP), Davi de Oliveira Santos, menciona a importância da participação de todos os estudantes e professores em eventos como a Feira de Tecnologias, “ evento de cunho científico é fundamental para o desenvolvimento e fortalecimento de habilidades e competências quanto a autoria, autonomia, protagonismo, pesquisa e educação científica e tecnológica. Fomentando assim nos estudantes, a capacidade de analisar e interpretar situações-problema encontradas no cotidiano, que envolvam os fenômenos da natureza e as relações entre ciência, tecnologia e sociedade”, menciona.

Leocena

Um dos projetos que serão apresentados por estudantes na IX Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul, é o de “Análise do efeito alelopático de Leucaena leucocephala sobre Lactuca sativa subsp. crispa, Cecropria pachystachya e Campomanesia adamantium”, da Escola Estadual Teotônio Vilela, pesquisa premiada, onde a estudante Thailenny Dantas Rezende, recebeu, prêmio de Mérito Acadêmico de Ciências Moleculares, durante a 17ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), no mês de março passado.

A pesquisa credenciou Thailenny, para participar da Intel International Science and Engineering Fair (Intel ISEF), que aconteceu em Phoenix, Arizona-EUA, nos dias 12 a 17 de maio, “há três anos estamos realizando estudos sobre características, suas propriedades e efeitos nas hortaliças em Campo Grande, bem como impacto nas plantas nativas da Guavira e Embaúba”, menciona Thailenny.

Os 42 projetos dos estudantes da Rede Estadual de Ensino são das escolas de Nova Andradina, Campo Grande, Corumbá, Mundo Novo, Navirai, Nova Alvorada do Sul, Ponta Porã, Rio Brilhante, Sonora.

Comentários

Comentários