Entenda os riscos de deixar uma criança sozinha dentro do carro

O acesso da criança ao veículo quando sozinha e sem supervisão ativa de um adulto pode colocá-la em sérios riscos.

Para a criança, o carro pode ser um verdadeiro brinquedo a ser explorado e o porta-malas o local perfeito para a brincadeira de esconde-esconde.

A criança pode acabar ficando presa no veículo, correndo perigos sérios como asfixia e queimaduras, ou sofrer um sério acidente se acabar soltando o freio de mão.

A mudança de rotina também pode levar o adulto a esquecer o bebê dentro do carro por horas, o que pode ter consequencias muito graves.

Veja abaixo dicas para prevenir estes perigos:

Não deixe a criança sozinha dentro do carro, mesmo com o vidro levemente aberto;

Coloque algo que você vá precisar em sua próxima parada – como uma bolsa, almoço, mochila da academia ou maleta – no chão do banco de trás, onde a criança está sentada. Esse ato simples pode prevenir o esquecimento acidental da criança caso ela esteja dormindo;

Seja especialmente cuidadoso se você mudar sua rotina para deixar as crianças na creche. Peça para a creche te avisar caso seu filho não chegue ao local após alguns minutos do horário que você costuma deixá-lo;

Sempre tranque as portas e o porta-malas do veículo – especialmente em casa. Mantenha as chaves e os controles automáticos do carro fora do alcance das crianças;

Observe as crianças de perto quando próximas a veículos, especialmente no momento de carregar e descarregar o carro;

Certique-se que todas as crianças já estão acomodadas devidamente nos dispositivos de retenção (bebê conforto, cadeirinha, assento de elevação), se o motor do carro já estiver em funcionamento. Isso limitará o acesso das crianças ao controle das janelas. Nunca deixe as crianças sem supervisão;

Tenha certeza de que todas as crianças deixaram o veículo quando chegar ao seu destino. Supervisione também as crianças que estiverem dormindo;

Nunca deixe o carro sozinho com o motor ligado e as portas destravadas. Crianças curiosas podem entrar e desengatar o veículo;

Assim como qualquer corda ou cabo, os cintos do carro também podem representar riscos para a criança. Não permita que elas brinquem com eles;

Sempre trave as portas e o porta-malas do veículo – especialmente quando parado na garagem ou perto da casa – e mantenha as chaves fora do alcance e da visão das crianças;

Acione as travas resistentes a crianças e fique atento a elas;

Mantenha o encosto do banco de trás travado para ajudar a prevenir que as crianças vão ao porta-malas por dentro do carro.

Ensine a criança:

A não brincar dentro de veículos;

Oriente que os porta-malas são usados apenas para transporte de carga e não são locais seguros para brincar;

Ensine as crianças mais velhas como desabilitar as travas das portas de trás pela porta do motorista caso fiquem presas não-intencionalmente no veículo. Uma criança que está aprendendo a andar não saberá como ir para o banco da frente para sair do carro;

Mostre para as crianças mais velhas como localizar e utilizar a trava de emergência do porta-malas que existe nos modelos de carros mais modernos.

Saiba mais:

Você sabia que uma criança esquecida no carro com temperatura externa de 38° pode chegar a ficar exposta a uma temperatura de até 60° dentro do veículo? Esquecida no carro, a criança pode sofrer queimaduras graves e sofrer paradas cardíacas e respiratórias. Além de adotar as medidas de prevenção acima, fique atento:

Se uma criança sumir, cheque o carro e o porta-malas em primeiro lugar;

Se você vir uma criança sozinha dentro de um carro, ligue para o 190 imediatamente.(Criança Segura Brasil)

Comentários

Comentários