Empresa fabrica e doa escovas de dente de bambu para combater a poluição

Os dentistas recomendam que você troque suas escovas de dentes a cada 3 meses. Ao todo, 4 escovas de dentes deveriam ser usadas por ano segundo essa recomendação.
Fabricadas pelo material que segundo dados ambientalistas mais polui, o plástico, é o lixo produzido por esse descarte que fez com que uma empresa entrasse na guerra a favor do meio ambiente e criasse uma escova de dente que causasse menos impacto ambiental.
E foi justamente ao encontrar um monte de objetos de plástico no mar da Califórnia, que um norte-americano decidiu criar a Giving Brush, para vender produtos que oferecem uma alternativa sustentável ao plástico. A empresa já fabricava canudos feitos de bambu, mas para conscientizar a população sobre os danos causados pelo plástico, eles decidiram lançar estratégia diferente para divulgar o seu novo produto.
A Giving Brush está enviando suas novas escovas de dentes feitas de bambu gratuitamente a que compartilha de sua preocupação com os níveis de poluição do planeta, cobrando apenas o frete. Cada pedido pode incluir até 20 unidades gratuitas e acompanhar outros produtos da Giving Brush (cujo nome significa literalmente “Dando Escovas”). O custo do envio para o Brasil é de cerca de 6 dólares, ou algo próximo de 25 reais, na cotação atual.
A utilização do bambu é justificada pela rapidez com que ele se desenvolve (podendo crescer mais de um metro por dia sob condições ideais), por dispensar o uso de pesticidas e por ser um material antimicrobiano, o que evita a proliferação de fungos e bactérias durante o período de uso.
A empresa ressalta também que a espécie de bambu utilizado, o mossô, é biodegradável, ou seja, depois de usar a escova pelo prazo determinado pelo seu dentista, basta separar as cerdas feitas de nylon reciclável, e enterrar o que sobrar, que em cerca de dois meses a escova terá se decomposto totalmente.

Comentários

Comentários