Dr. Loester apoia proposta que muda denominação da Guarda para Polícia Municipal

Foto: Câmara Municipal de CG

Nesta terça-feira (2), Guardas Municipais de Campo Grande lotaram o plenário na sessão ordinária da Câmara Municipal para acompanhar a votação da Proposta de Emenda à LOM (Lei Orgânica do Município) 78/18, que se refere à utilização da denominação de Polícia Municipal pela Guarda Municipal de Campo Grande. O projeto foi aprovado por unanimidade pelos vereadores. A Proposta de Emenda à LOM (Lei Orgânica do Município) 78/18, modifica a redação do Inciso IV do Artigo 8º como também modifica a redação da Subseção II, do Caput do Artigo 81 e seus respectivos parágrafos, todos da Lei Orgânica do Município de Campo Grande.

Para o Vereador Dr Loester Nunes de Oliveira (MDB), a mudança trará mais condições de trabalho e muito mais respeito pela população. “Eu nem deveria estar aqui hoje, mas vim para votar favorável para o projeto por entender a importância dele para a categoria. Com certeza virão mais recursos para Secretaria Municipal de Segurança Pública do Ministério da Justiça, enfim parabenizo também os nobres pares, autores do Projeto. Porque é isso, temos que estar atentos aos interesses da população,” ressalta Dr Loester.

O presidente do Sindicato dos Guardas Municipais, Hudson Pereira Bonfim, ocupou a tribuna para falar sobre a importância dessa proposta para valorização da categoria, “Essa mudança na nomenclatura vem regulamentar e sedimentar o que os guardas estão fazendo, nós fazemos a proteção sistêmica da população e somos responsáveis pela segurança das pessoas, sem poder de polícia. E quando somos acionados para fazer o cumprimento da Lei Maria da Penha atuamos sem arma e também somos responsáveis pelo patrulhamento preventivo e proteção dos bens e serviços da Capital, Nada mais justo esta mudança,” finaliza.

Créditos Assessoria da Câmara Municipal de CG

Comentários

Comentários