DIRETORIA DA ABCG – SANTA CASA É EMPOSSADA PARA TRIÊNIO 2020-2022

Foto: Santa Casa

Tomaram posse na noite desta segunda-feira (2), a nova diretoria corporativa, membros do Conselho Fiscal, membros da Comissão de Ética da Associação Beneficente Santa Casa de Campo Grande (ABCG – Santa Casa) e da nova diretoria corporativa da Associação dos Amigos Santa Casa (AASC) para o triênio 2020-2022. Em novembro de 2019, durante a Assembléia Geral de eleição, a chapa única “Somos todos Santa Casa” foi eleita por aclamação.

Reeleito para estar à frente do hospital como presidente, Dr. Esacheu Nascimento tem ao seu lado o vice-presidente, Heber Xavier, o diretor-secretário, Heitor Rodrigues Freire, a diretora-secretária adjunta, Alir Terra Lima, o diretor de finanças, João Nelson Lyrio e o diretor de finanças adjunto, José de Oliveira Souza. A nova diretoria assume o mandato com determinação de contribuir com seu tempo em favor da recuperação total do hospital.

Também assumiram para os próximos três anos os conselheiros fiscais da ABCG e AASC, como membro titular Nasser Mústafa, Valdir José Dall´Angol Zanin e Valdir Osvaldo Júnior e membros suplente, Antônio Urban Filho e Edson Alceu Lazaroto. Além destes, também foi empossada a Comissão de Ética que é constituída pelos membros titulares: Carlos Roberto Taveira, Guilherme Ramão Salazar, Renato Katayama, Ronaldo Cunha e Sidney Roberto Rivas e como membros suplentes: Hélio Gustavo Bautz Dallacqua e Juliana Claudia Honório Lyrio.

Em nome da antiga diretoria, o então diretor-secretário, Arly Rosa Serra, agradeceu o tempo que permaneceu colaborando na administração da Santa Casa. “A filantropia é uma corrida com bastão e, hoje, nós estamos fazendo a entrega dele e isso caracteriza a pujância do filantropo, pois nós estamos aqui doando o que nós temos de melhor dentro de nós, que são os nossos sentimentos. Agradeço a oportunidade que me foi dada e agradeço a todos que me permitiram ser diretor-secretário”.

Compuseram a mesa de autoridades junto com o presidente do hospital, Dr. Esacheu Nascimento, o diretor-secretário da ABCG – Santa Casa, Arly Rosa Serra, o arcebispo emérito da Arquidiocese de Campo Grande, Reverendíssimo Dom Vitório Pavanello, representando o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, a diretora de gestão estratégica, Edelma Lene Peixoto Tibúrcio e representando a Procuradoria Geral de Justiça de Mato Grosso do Sul, Dra. Jaceguara Dantas da Silva.

A diretoria da ABCG – Santa Casa fez uma homenagem aos diretores e conselheiros que durante quatro anos consecutivos prestaram relevantes serviços à instituição. Na placa que receberam constam os seguintes dizeres “Nesta oportunidade em que registramos sua jornada de trabalho por quatro anos consecutivos, este é o momento de prestar-lhe esta singela homenagem pela sua dedicação e zelo no desempenho de sua função, cumprindo assim, o sagrado dever da gratidão”. Receberam pelo presidente, Dr. Esacheu Nascimento, os ex-diretores  Arly Rosa Serra e Marcos da Silva Alceu Villalba e os conselheiros, César Quintas Guimarães e Valter Oliveira de Araújo. Em seguida, Dr. Esacheu recebeu uma homenagem por iniciativa do vereador Carlão em conjunto com a Câmara Municipal de Campo Grande, os vereadores, Dr. Loester Nunes, Dr. Wilson Sami e a enfermeira, Cida Amaral entregaram ao presidente a comenda ortogada “Dr. Arlindo de Andrade Gomes” conforme decreto da Câmara, pelos relevantes serviços a prestados frente do hospital.

Em seu discurso, Dr. Esacheu Nascimento agradeceu a presença de todos e aproveitou a oportunidade para contar a trajetória vivida à frente da instituição nos quatro anos de mandato, as conquistas e os desafios para os próximos anos. “A Associação Beneficente Santa Casa de Campo Grande se renova mais uma vez, com alegria e júbilo, ao empossar o renovado conselho de administração, diretoria corporativa, conselho fiscal, Comissão de Ética e diretoria da Associação dos Amigos da Santa Casa para mais três anos de mandato. Autoridades públicas que muitas vezes nos criticam, aqui estiveram fazendo gestão por longos oito anos e nos legaram um hospital degradado fisicamente, desatualizado em equipamentos e com uma dívida superior a R$ 160 milhões. Desde a retomada do hospital, a ABCG – Santa Casa vem mantendo o seu endividamento na mesma faixa, sem novas dívidas, apenas renovando empréstimos na ausência de novas receitas, estas totalmente desatualizadas frente ao crescimento dos serviços que prestamos ao SUS. E como conseguimos esse resultado? Com gestão transparente, séria, com redução de preços nas compras e obras e, ganhos de credibilidade junto aos parceiros e fornecedores. Vamos a alguns números: terminados a obra da Unidade de Trauma em mais de 50%, ao preço de R$ 2,7 mil reais o metro quadrado. Construímos o prédio administrativo com acabamento de primeira qualidade, ao preço de R$ 2 mil reais o metro quadrado. Em 2019 ainda, reformamos com recursos próprios a nossa nova Unidade de Oncologia. Nosso Departamento de Compras de Medicamentos e Materiais, possui um sistema de consultas de preços em plataforma capaz de nos oferecer melhor preço existente no mercado nacional. São R$ 4 milhões de compras por mês, que até 2013 eram R$ 6 milhões e atendia naquela época pouco mais da metade dos pacientes atendidos hoje. Câmeras sob controle em salas especiais na Santa Casa e no Batalhão da Polícia Militar, com a melhora da iluminação do entorno fez despencar de mais de 60 assaltos por mês para cerca de três a quatro mensalmente. Somos o melhor e maior hospital do Estado, referência em diversas especialidades, resolutivo, funcionando 24 horas por dia ininterrompidamente, realizando mais de R$ 1,5 milhão de procedimentos por ano. Nos pagam 2/3 a menos do que gastam com outros hospitais públicos do SUS e que produzem apenas 1/3 do nosso resultado. Aqui, a população é bem atendida e assistida pelo melhor corpo clínico e de enfermagem e demais profissionais da saúde que integram o nosso hospital”, relatou.

O presidente continuou seu discurso agradecendo a participação dos conselheiros da instituição. “Honramos aqui a participação dos 18 conselheiros de administração, dos conselheiros fiscais, dos membros da Comissão de Ética, dos membros de Comitês, dos membros da Associação dos Amigos da Santa Casa, dos nossos associados que mesmo sem cargos específicos nos ajudam a levar avante esta obra social de mais alta importância e significação para a população da nossa cidade e Estado. De igual forma, honramos o corpo clínico e a todos os demais profissionais da saúde que atuam nesta Santa Casa, aos administrativos que dão suporte as atividades fins, aos membros da nossa Capelania, a Equipe da Esperança, os quais prestam assistência espiritual e material aos nossos internados. Somos gratos pela relação institucional em elevado nível com o Conselho Municipal de Saúde e Conselho Local dos Usuários do SUS”.

Dando continuidade em sua fala, Dr. Esacheu, abordou ações educacionais de sua gestão. “Precisamos falar da nossa Escola de Saúde. São mais de seis mil certificados expedidos de cursos de atualização profissional e de humanização no cuidado e assistência aos pacientes. A nossa Escola de Saúde que funcionou até o presente momento apenas ministrando cursos técnicos de atualização, passa a disponibilizar neste ano de 2020 o Curso de Nível Médio de Técnico de Enfermagem, resultado de recente oficialização junto a Secretaria de Estado de Educação (SEE) como Escola de Nível Médio e Superior de Ciências da Saúde. Para o ano escolar de 2021 deveremos disponibilizar também os cursos superiores de enfermagem, farmácia, nutrição e fisioterapia, em tramitação no MEC o projeto da nossa Faculdade de Medicina, colocando nossa ABCG-Santa Casa no ranking dos Hospitais de Ensino do Brasil. Ainda, em convênio com a Fiocruz, nosso hospital passa, neste ano de 2020, a ser um Hospital de Pesquisa Clínica. Registramos como resultado desse conjunto de ações educacionais que inclui o programa Santa Casa em Movimento a melhora da qualidade no ambiente de trabalho. De mais de 30 acidentes ao mês, o número caiu para cerca de três acidentes nos últimos meses. A queda no índice de infecção hospitalar é outro indicador positivo resultado da melhor atenção ao ambiente e aos pacientes. Estamos mantendo o percentual de 4% nas enfermarias e, em pontos cruciais como a Unidade Coronariana não registramos qualquer ocorrência de foco em mais de um ano. Em nossa gestão a população passou a contar com transplantes de rins e córneas. Todas as equipes prontas para iniciar os transplantes de coração, medula, além de cirurgias minimamente invasivas cardíacas e neurológicas”.

Finalizou dizendo. “Com alegria entramos no ano de 2020. Novo ano, nova gestão e animados pelo espírito da filantropia queremos prosseguir no trabalho de consolidação da Santa Casa como um hospital filantrópico sustentável do ponto de vista financeiro. Trabalhamos sob planejamento estratégico, temos etapas a cumprir, mas perseguiremos esse objetivo de forma obstinada. Recebemos um legado de 102 anos de solidariedade ao povo de Campo Grande, desde o distante ano de 1917 e haveremos de honrá-lo. Quero agradecer os nossos representantes políticos do legislativo municipal, estadual e federal que contribuíram com emendas parlamentares para a nossa Santa Casa. Agradecer aos nossos parceiros da SESAU e SES pelo trabalho colaborativo em favor da população. Agradecer aos membros do Ministério Público Federal e do Ministério Estadual pelo importante apoio a ABCG-Santa Casa nas muitas vezes de difíceis negociações com os gestores do SUS. Agradecer aos familiares dos nossos conselheiros e de todos quantos de forma voluntária e gratuita doaram seu tempo e seu dedicado trabalho muitas vezes em detrimento do convívio familiar. Agradecer a Deus por ter nos abençoado, abrindo novas portas onde nos fecharam janelas, construindo pontes onde levantaram muros, por ter abençoado nossos funcionários que cuidam dos pacientes e dos pacientes que na maioria das vezes receberam alta plenamente curados e por ter confortado os corações daqueles familiares que perderam seus entes queridos e, especialmente, aqueles familiares que com gestos de extrema generosidade doaram órgãos para salvar outras vidas. Muito obrigado”.

Em quatro anos de gestão, a Santa Casa de Campo Grande ganhou mais notoriedade e de maneira positiva, tanto em jornais, programas de rádio e televisão quanto nas mídias sociais, a exemplo da página do Facebook que no início nem existia e agora conta com mais de 43.450 pessoas seguindo e acompanhando diariamente as publicações sobre os acontecimentos do hospital. Ao todo, foram mais de 2.500 postagens entre Facebook e Instagram.

A capacidade de trabalho e dedicação do presidente na liderança de uma equipe de diretores dedicados, o levou a mais de 76 destinos pelo país em defesa dos interesses da Santa Casa, participando de reuniões na CMB (Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas) como membro do Conselho Fiscal e membro do Conselho de Administração ou buscando apoio junto a outras instituições. Participou, também, de 65 reuniões do conselho de administração da ABCG e AASC.

Como presidente da Febesul (Federação das Santas Casas, Hospitais e Instituições Filantrópicas do Mato Grosso do Sul) desenvolve, ainda, um trabalho social com a mesma sensibilidade e determinação em prol dos Hospitais Filantrópicos do Estado que ficam, muitas vezes, à margem do cuidado por parte do Poder Público.

Em sua rotina diária, a contar do dia 2 de janeiro de 2016 até 30 de dezembro passado, 3.769 volumes de pastas de demandas administrativas foram tramitados e despachados pela presidência nos últimos quatro anos.

Ainda na atual gestão foi resgatada a credibilidade da sociedade. De 2016 até a presente data, a Santa Casa recebeu apoio de inúmeras doações, das mais modestas a provenientes de empresas de grande porte que vieram engrandecer a história do voluntariado e da caridade.

Além das autoridades já citadas, estavam presentes na solenidade de posse o presidente do Conselho Regional de Farmácia (CRF), Flávio Shinzato, o vice-presidente do Conselho Regional de Farmácia (CRF), Renato Finotti, a vereadora, Cida do Amaral, o vereador, Dr. Wilson Sami, o vereador, Loester Nunes, o presidente Associação dos Auditores Fiscais do Mato Grosso de Sul, Warley Braga Hidelbrandi, o procurador de justiça, Hudson Kinashi, o presidente do Hospital do Câncer, Aldir Pedro Teló, a diretora do hospital São Julião, Irmã Silvia Vecellio, o presidente do hospital El Kadri, Dr. Mafuci Kadri, o presidente do Conselho Municipal de Segurança da Região Central, Eliezer Melo Carvalho, o presidente da Confraria dos Engenheiros de Mato Grosso do Sul, Marco Antônio Paulino Maia, a presidente do Conselho Regional do Centro e Administração do Prédio da Antiga Rodoviária, Rosane Nely de Lima, o presidente da Associação dos Amigos da Força Aérea Brasileira (AAFAB), Antônio Persi, o vice-presidente do Conselho Regional de Economia, Juan Carlos Antoneli, a vice-presidente do Rotary Club e Casa da Amizade, Maria de Souza Sá Silva, o diretor de assistência à saúde da Unimed, Fábio Magalhães, na ocasião representando o diretor-presidente, Dr. Maurício Simões, o diretor jurídico da Associação de Alzeimer do Mato Grosso do Sul, Nilson Alfonso, o diretor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul  (FAMED), Dr. Marcelo Vilela.

O evento contou ainda com a presença do o primeiro tenente do Comando Militar do Oeste, Juracir Rodrigues da Silva, na oportunidade representando o comandante militar do oeste, general Lourival Carvalho, o primeiro sargento da Polícia Militar, Rodson Cleiver Viana, representando o comandante do 1° Batalhão, Coronel Claudemir Braz, o superintendente da Polícia Federal, Dr. Cleo Matusiak Mazzotti, o diretor da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), Amadeu Zilioto, a presidente da Equipe da Esperança – Voluntários da Santa Casa, Dolores Garcia Fernandes Sato, o ex-senador da república, Dr. Rubens Figueiró. Representando o gerente administrativo do hospital Maria Aparecida Pedrossian (HUMAP), Carlos Alberto Coimbra, estava presente a senhora, Rosemary Oshiro, acompanhada da gerente de Atenção à Saúde do HUMAP, Andréa de Siqueira Campos Lindenberg, no ato representando o superintende, Cláudio César da Silva, a gerente de Ensino e Pesquisa do HUMAP, Maria de Fátima Meinberg Cheade, o gerente da Caixa de Assistência dos Engenheiros, Jary Castro, o coordenador de Segurança Empresarial dos Correios, Marcio Ney Mendes Moreira, o analista de Credenciamento, Cleber Santos, representando o diretor administrativo da UNISAÚDE, João Bosco. Representando a diretora da Faculdade Insted, Eva Elise Domingos dos Santos Bumlai, estava, Paula Barretos Flud, além do assessor parlamentar, Mário Cavinatto de Melo, representando o vereador e presidente da Câmara Municipal, João Rocha, o assessor parlamentar, Eliel Ribeiro, representando o deputado estadual, Antônio Vaz, o coordenador do Fórum dos Usuários do SUS em Campo Grande, Cleider de Souza Costa e a conselheira do Conselho Local de Saúde, Clarice Maria Concio.

O evento foi abençoado pelo arcebispo emérito da Arquidiocese de Campo Grande, Dom Vitório Pavanello, acompanhado pelo Reverendíssimo Padre Marcelo Tenório de Almeida, Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Saúde. Um vídeo institucional foi exibido, relatando um pouco mais da história e da evolução da Santa Casa nos últimos quatro anos.

Comentários

Comentários