“Desafio da Rasteira” pode acabar em morte, alertam especialistas

Desafio da rasteira que está viralizando nas redes sociais pode acabar de maneira trágica, alerta médicos. A “brincadeira” de mau gosto consiste no desafio de derrubar uma pessoa enquanto ela pula. Prática esta que está preocupando pais, professores e direção de escolas pois ao cair no chão a pessoa poderá sofrer desmaio, fratura nas vértebras inclusive com lesão cervical e traumatismo craniano podendo levar a morte.

Em novembro de 2018 a primeira vítima fatal da ‘brincadeira’ foi uma adolescente de 16 anos, na cidade de Mossoró, no Rio Grande Norte. Ela teve traumatismo craniano e não resistiu aos ferimentos.

A prevenção quanto a isso é informar crianças e adolescentes sobre os riscos de lesões graves, pedindo para que eles não participem dessas brincadeiras.

Comentários

Comentários