DE NOVO NA BRONCA…

Preso procurador de justiça que assassinou sobrinho e agora é acusado de estupro de vulnerável pela DPCA

Nesta manhã foi preso o procurador de Justiça aposentado Carlos Alberto Zeolla, acusado agora por ‘estupro de vulnerável’. O processo corre em sigilo e o caso é investigado pela Depca, que fez o pedido de prisão do procurador, segundo nos informou o Dr. Paulo Sérgio Lauretto.

Zeola foi condenado a 8 anos de prisão no regime semiaberto em junho de 2011, pelo homicídio covarde contra o seu sobrinho Cláudio Zeolla, crime ocorrido em 2009, quando a vítima tinha 24 anos.

Na época o procurador disse que ‘matou o sobrinho porque ele teria faltado com respeito ao seu avô, Américo Zeolla, ex-combatente da II Guerra, e que morreu no ano seguinte, durante uma discussão sobre o uso de um ventilador.

O crime feito por Zeola chocou esta Capital. Primeiro pelo status do assassino. Depois pelas circunstâncias do crime: ele matou o sobrinho de forma covarde: por detrás e com um tiro na nuca. Pior ainda foi ele não ter ficado preso. Zeola alegou ‘problemas psiquiátricos’ e no júri, acabou absolvido, porque entenderam que ele matou o sobrinho sob violenta emoção.

Agora é esperar para ver o que o Zeolla irá alegar sobre a acusação de ‘estupro de vulnerável’. Vamos ver se ele usa um novo artifício jurídico para permanecer em liberdade.

Essa de que ele ‘é louco’ já ficou velha.

Comentários

Comentários