Consórcio atende exigência da prefeitura e renova frota no transporte coletivo

Foto: Prefeitura de CG

A atual gestão municipal encerra seu terceiro ano de mandato com a marca de ter colocado para circular 176 novos ônibus de transporte coletivo em Campo Grande. Os veículos, entregues pelo Consórcio Guaicurus, são algumas das medidas que a Prefeitura Municipal vem tomado para melhorar o serviço prestado à população.

IMG_2728 (Copy)Somente neste ano foram entregues 55 novos ônibus coletivos, destes, 20 foram entregues no fim de outubro, e agora pouco mais de um mês depois, são mais 35 veículos.

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, frisou que a ação vem cumprir contrato, mas acontece graças à atuação e cobrança das Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos (Agereg) e Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran).

IMG_2634 (Copy)“Agora nós estamos cada vez mais na Agereg e na Agetran fazendo valer cumprir o contrato, mas também temos obrigações. A concessionária nos reclama que quando venceram o certame licitatório havia a obrigação do município de implantar o corredor do transporte coletivo, e quase uma década depois, nenhum metro havia sido implantado. Nós temos que fazer também a nossa obrigação contratual”, disse o prefeito.

A Prefeitura está implementando corredores de ônibus em toda a cidade. As primeiras vias a receberem as obras foram a Guia Lopez (fase final), a Brilhante (fase final) e a Bandeirantes (metade da obra). Recentemente os serviços de melhorias chegaram à Rua Bahia (já começou) e já esta aprovado o Corredor da Calógeras e o Corredor da Gunter Hans.

IMG_2603 (Copy)“Os corredores de transporte coletivo vão facilitar não apenas ao Consórcio, mas favorecer ao usuário de transporte coletivo. Temos que fazer a nossa parte”, enfatizou o prefeito.

Além dos corredores, a Prefeitura já instalou 217 novos abrigos de transporte coletivo e iniciou a instalação do primeiro lote de mais 500 – investimento de R$ 2.121.845,00 (recurso do Projeto de Mobilidade Urbana), que estava travado desde 2012.

Com a ação, Campo Grande terá um aumento de 40% no número de abrigos cobertos. Os primeiros novos abrigos, com 7 metros quadrados de área construída e acessibilidade.

O diretor presidente da Agetran, Janine de Lima Bruno, ressaltou que nunca houve tanto investimento no transporte coletivo urbano na Capital. E lembrou que a Prefeitura também está reformando os terminais.

IMG_2659 (Copy)“Pela primeira vez, após muitos anos, vamos fazer uma reforma de terminais. Uma reforma pra valer! Já vamos iniciar as obras dos três primeiros terminais: Julio de Castilho, Bandeirantes e Guaicurus. E já abrimos a licitação para os outros terminais”, disse.

O investimento previsto para os demais terminais é de R$ 3.117.259.73, em dois lotes de obras. O lote 1, no valor de R$ 2.242.090,42,  abrangerá  as intervenções nos terminais Aero Rancho, General Osório e Nova Bahia  e outro de R$ 804.969,81, é referente às adequações nos  pontos de integração Hércules Maymone, Moreninha e Terminal  Morenão.

O projeto, que contemplará também os terminais Bandeirantes, Guaicurus e Julio de Castilho objeto da primeira licitação, inclui a reforma dos banheiros, instalação de bebedouros, revisão das instalações elétricas, hidráulicas, plano de segurança contra incêndio e pânico, cobertura e reforço IMG_2598 (Copy)do piso rígido do pátio. Também está prevista a pintura geral, troca dos bancos, sala para descanso dos funcionários, área para estacionamento de bicicleta com 44 vagas.

O presidente do Consórcio Guaicurus, João Rezende, lembrou que já são R$ 16,5 milhões de investimento, e para o próximo ano renovará ainda mais.

“É a ferramenta que o Consórcio utiliza, e o cliente espera por isso. Nós acreditamos que estamos melhorando. São 35 ônibus, 15 microônibus e mais 20. Toda essa frota acompanha o que tem de mais moderno no país. O micro vai atender algumas ruas, como por exemplo, a Bom Pastor, que comporta melhor este ônibus, pois dificilmente trafega com veiculo maior”, finalizou.

Comentários

Comentários