Concluída licitação, ainda neste mês sai ordem de serviço para asfalto no Barra da Tijuca

Foto: Prefeitura de CG

Com a licitação homologada e publicado o contrato com a firma vencedora, a Construtora Gomes, ainda neste mês será assinada  a ordem  de serviço das obras de drenagem e pavimentação do Residencial Barra da Tijuca (etapa B), bairro na região urbana do Lagoa.

O investimento será de  R$ 900.271,13, redução  de R$ 241.789,42, 21,1% sobre o preço de referência, R$ 1.142.070,42. Com isto, a contrapartida vai cair de R$  117.760, 92 para R$ 97.589,14. Está prevista a execução de um  pouco mais de 1 quilômetro de pavimentação e 456 metros de drenagem, além de sinalização viária.

Já está em andamento a licitação da etapa A , que completa mais 1 km de asfalto. O Barra da Tijuca receberá mais 1 quilômetro de pavimentação.  Serão aplicados mais R$ 1.142.079,401, sendo R$ 938.150,00, recurso federal e R$ 117.760,92de recursos próprios. Este orçamento deve com a disputa na concorrência.

Nas duas etapas o investimento inicial previsto é de R$ 2.176.742,23, sendo R$ 428,3 mil de recursos próprios e R$ 1,7 milhão do Ministério da Integração Nacional.

Segundo o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, o projeto prevê a pavimentação de trechos das ruas Visconde de Suassuna; Tabira; Alfredo Lisboa; Visconde de Boa Vista; Bartolomeu Mitre e Severino Pinheiro.

A execução de 2,1 quilômetros de pavimentação no Barra da Tijuca foi viabilizada com recursos de uma emenda parlamentar de 2016 do então deputado federal Luiz Henrique Mandetta. O prefeito Marquinhos Trad mais de uma vez esteve no Ministério da Integração Nacional, em Brasília, para que o convênio não fosse rescindido e o recurso perdido. No final do ano passado,  a Prefeitura assinou contrato com a Caixa Econômica Federal.

Comentários

Comentários