Cartola do Barça vê perseguição a Neymar: ‘Vão dizer que ele estava em Dallas quando mataram Keneddy’

neymar
O Barcelona parece começar a se fechar em apoio a Neymar. Dois dias depois de o técnico Luis Enrique vir a público para defender o brasileiro, foi a vez de um dirigente do clube catalão aparecer e cogitar uma campanha de perseguição ao atacante.

“A cada dia que jogar melhor e que der espetáculo, será mais complicado em todos os sentidos. Há uma máquina que está trabalhando e tenho certeza que no final vão dizer até que Neymar estava em Dallas quando mataram o Kennedy”, disse Carles Vilarrubí, vice-presidente institucional do Barcelona.

Neymar mais uma vez foi o centro de polêmicas na semana passada. O brasileiro abusou do futebol bonito na vitória por 4 a 1 ainda no jogo de ida da Copa do Rei contra o Espanyol, acabou vítima mais uma vez da pancadaria dos rivais e ainda os viu reclamando de seus dribles.

Neymar foi um dos principais alvos dos zagueiros rivais e acabou apanhando bastante no quente clássico, que acabou com empurra-empurra e briga nos vestiários. Depois, ainda acabou duramente criticado.

“Já sabemos como é o Neymar e sabemos que ele faz isso de vez em quando. É estranho que ele faça com 4 a 1 no placar e não quando está 0 a 0”, reclamou o zagueiro Victor Álvarez.

Com a larga vantagem conquistada na ida, Neymar nem foi a campo no duelo de volta desta semana, mais uma vez vencido pelo Barcelona. Luis Enrique, porém, fez questão de seguir apoiando e pedindo que o brasileiro jogasse bonito.

“Vou dar um conselho a Neymar para que siga desfrutando do futebol. Ninguém mais pode se surpreender que ele faça dribles. Não há nada ofensivo nisso. Não é desrespeitoso e nem pejorativo. Já não vale mais a desculpa que Neymar te deu um chapéu ou uma caneta. Ele joga assim e cada um que o pare como puder e depois seja julgado pelo árbitro”, disse o treinador.

Cartola do Barça vê perseguição a Neymar: ‘Vão dizer que ele estava em Dallas quando mataram Keneddy’
O Barcelona parece começar a se fechar em apoio a Neymar. Dois dias depois de o técnico Luis Enrique vir a público para defender o brasileiro, foi a vez de um dirigente do clube catalão aparecer e cogitar uma campanha de perseguição ao atacante.

“A cada dia que jogar melhor e que der espetáculo, será mais complicado em todos os sentidos. Há uma máquina que está trabalhando e tenho certeza que no final vão dizer até que Neymar estava em Dallas quando mataram o Kennedy”, disse Carles Vilarrubí, vice-presidente institucional do Barcelona.

Neymar mais uma vez foi o centro de polêmicas na semana passada. O brasileiro abusou do futebol bonito na vitória por 4 a 1 ainda no jogo de ida da Copa do Rei contra o Espanyol, acabou vítima mais uma vez da pancadaria dos rivais e ainda os viu reclamando de seus dribles.

Neymar foi um dos principais alvos dos zagueiros rivais e acabou apanhando bastante no quente clássico, que acabou com empurra-empurra e briga nos vestiários. Depois, ainda acabou duramente criticado.

“Já sabemos como é o Neymar e sabemos que ele faz isso de vez em quando. É estranho que ele faça com 4 a 1 no placar e não quando está 0 a 0”, reclamou o zagueiro Victor Álvarez.

Com a larga vantagem conquistada na ida, Neymar nem foi a campo no duelo de volta desta semana, mais uma vez vencido pelo Barcelona. Luis Enrique, porém, fez questão de seguir apoiando e pedindo que o brasileiro jogasse bonito.

“Vou dar um conselho a Neymar para que siga desfrutando do futebol. Ninguém mais pode se surpreender que ele faça dribles. Não há nada ofensivo nisso. Não é desrespeitoso e nem pejorativo. Já não vale mais a desculpa que Neymar te deu um chapéu ou uma caneta. Ele joga assim e cada um que o pare como puder e depois seja julgado pelo árbitro”, disse o treinador.

Fonte: Terra

Comentários

Comentários