Carlos Marun desiste de indiciar Janot na CPI da JBS

Carlos Marun (PMDB-MS), deputado federal e relator da CPMI da JBS desistiu do pedido de indiciamento do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot e seu ex-chefe de gabinete, Eduardo Pelella.

Marun já está defino como o articulador político do presidente Michel Temer (PMDB) e que havia apresentado um relatório pedindo que os dois procuradores fossem processados.

O deputado se justificou quando ao não indiciamento dos dois procuradores dizendo que ‘Eles agiram com açodamento e não quero me equiparar aqueles que eu critico’. Durante a sessão da CPMI hoje (13) pela manhã.

O parlamentar também retirou do relatório final o projeto de Lei do deputado Wadih Damous (PT-RJ), que proibi que o MPF celebre acordo de delação premiada com presos investigados.

 

Comentários

Comentários