Caminho aberto para André Puccinelli concorrer ao governo em 2018

Decido na última reunião do PMDB a indicação de André Puccinelli como nome para concorrer como governador do Estado em 2018.

O partido definiu que a candidatura a senador, que no próximo pleito será trabalhado com o projeto de reeleição do senador Waldemir Moka. Com isso não sobra opção para o ex-governador se não disputar o cargo que deixou em 2014.

Em resposta, o atual ‘vovorista’ dos netos e maior articulador político da legenda no Estado, disse que vai analisar a proposta do PMDB.

“Nas palavras dele, André disse que sairá dependendo do partido. Se nós fizermos a nossa parte e organizar uma boa campanha”, afirmou o presidente municipal do PMDB, Ulisses Rocha.

Ele acredita que tudo está encaminhando para André acompanhar os mesmos objetivos dos correligionários.

“Vamos aguardar ele. Pelo partido e para o partido só existe a candidatura dele para governador”. A hipótese de colocar o nome da senadora Simone Tebet (PMDB) na disputa, de acordo com Ulisses, seria um plano B. “Ninguém se coloca candidato tendo um candidato forte como André. A candidatura dele é legítima”.

Comentários

Comentários