Bicicletário integra ações de responsabilidade ambiental do TJMS

Foto: TJMS

Desde julho, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul disponibiliza aos servidores e prestadores de serviços na Secretaria do TJ uma nova estrutura composta de vestiários e de um bicicletário, com suporte para até 18 bicicletas e 16 patinetes elétricos, haja vista que já há servidores utilizando esse meio para deslocamento até o TJMS.

Além disso, o presidente do TJMS, Des. Paschoal Carmello Leandro, autorizou a reforma completa no refeitório, anexo à estrutura, ampliando a metragem do local para 35,50 m², objetivando mais conforto e praticidade para todos.

Importante destacar é que toda a estrutura faz parte das ações do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul para desenvolvimento de diretrizes de sustentabilidade, por meio da aplicação de conceitos de construções sustentáveis em suas obras, como equipamentos com melhor eficiência energética, o descarte correto de lâmpadas e pilhas, lixo, dentre outros.

“Seguindo uma tendência mundial, comprometemo-nos com o incentivo ao uso de transportes alternativos, que resultam em benefícios para o meio ambiente. A partir de agora, os servidores têm um local adequado para se preparar para um dia de trabalho. Estamos felizes com a entrega dessa obra e continuaremos a buscar formas de atender as reivindicações, enquanto colaboramos para a sustentabilidade”, disse o desembargador.

De acordo com a gestora do Núcleo Socioambiental do TJMS, Tatiana Barbosa Rodrigues, temas como meio ambiente e sustentabilidade são preocupações não apenas do Judiciário, mas de toda a sociedade no Brasil e no mundo.

“A administração do Tribunal de Justiça está investindo em ações que possibilitem implementar novos comportamentos que respeitem e contribuam para a preservação da natureza e a melhoria da qualidade de vida, própria e de outras pessoas. É nesse sentido que o Núcleo Socioambiental trabalha”, explicou ela.

Saiba mais – Segundo a Secretaria de Obras do TJMS, o bicicletário tem cobertura em estrutura metálica e para atender aos patinetes também foram instaladas tomadas.

Para os novos vestiários foi necessária uma reforma geral em dois banheiros que já existiam ao lado do refeitório, mas que não possuíam estrutura adequada. O espaço foi reconfigurado e transformado em dois vestiários, um feminino e outro masculino.

O espaço destinado ao refeitório teve sua área interna ampliada, com a instalação de amplas janelas em vidro temperado transparente, a fim proporcionar mais conforto e salubridade ao ambiente, favorecendo a iluminação e a ventilação naturais, embora para os dias mais quentes o local agora tenha aparelhos de ar condicionado do tipo Split, de maior eficiência energética, da mesma forma que o sistema de iluminação, que utiliza lâmpadas em LED.

Comentários

Comentários