Autoridades começam investigar se o material “importado” do Paraguai não veio da China

SHORTINHOS CHINESES:

O prefeito Alcides Bernal (PP), que importou os chamados ‘shortinhos chineses’ etiquetados como se tivessem sido confeccionados no Paraguai, conseguiu arrumar uma sonora dor de cabeça. Além de ter que explicar a importação, o material foi enviado para análise afim de se obter um laudo sobre a procedência do tecido.

Também está havendo uma comunicação entre autoridades brasileiras e paraguaias para saber se houve algum tipo de importação da “confecção brasileira radicada no Paraguai” para se certificar que não houve esperteza na introdução de fabricação chinesa disfarçada como paraguaia e internada no Brasil, o que configura crime de contrabando.

A Nicaltex é uma empresa cheia de ‘rolos’ e envolvida em denúncias em vários estados brasileiros, inclusive em superfaturamentos e financiamento de campanhas políticas.

Comentários

Comentários