As Dez Mais

Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017.

PRIMEIRA:

O presidente do SINSAP/MS, André Luiz Santiago, denunciou que está sendo perseguido por conta da movimentação dos Agentes Penitenciários estaduais. Pediram sua prisão do sindicalista. Isso piora o relacionamento da classe com o governo.

SEGUNDA:

O pedido de prisão contra o sindicalista André Luiz Santiago é um absurdo. É o poder tentando se valer da truculência para não sentar civilizadamente à mesa, conversar e negociar. O atual governo “tucano” padece pela falta de interlocutores, modéstia e humildade.

TERCEIRA:

A JBS – responsável por 60{d124abb9778216420301f7a7fdee54f2d809ca471a8d69088da1a3e9d609e3df} do abate de gado no MS – resolveu jogar ‘queda-de-braço’ contra o Governo do Estado. Quem vai ‘pagar o pato’ são os pecuaristas. O fechamento de 7 dos nossos maiores frigoríficos poderá desempregar 15.000 funcionários.

QUARTA:

Os Irmãos Batista exigem que o Governo do Estado mantenha seus privilégios. Só hoje, as plantas frigoríficas fechadas deixarão de comprar e abater mais de 15 mil cabeças. Reinaldo está entre a cruz e a caldeirinha. Se cede os demais também irão querer o benefício. Se endurece o caldo, pode ocasionar uma memorável crise no setor.

QUINTA:

Tragédia em Batayporã: pai matou a filha e se suicidou. Ivanilde Farias Cândido (49), havia sido vereadora no município. Ocupou vários e importantes cargos municipais. O fundo dessa tragédia ninguém sabe até agora. A polícia apreendeu um caderno de anotações do pai que praticou o tresloucado gesto.

SEXTA:

Segundo o vereador Junior Longo (PSDB) “Para conseguir se enquadrar como consumidor de ‘taxa mínima’ de água tratada o contribuinte precisa preencher requisitos absurdos que o igualem a um santo”. Longo é autor de uma nova lei que regulamenta o enquadramento desses consumidores.

SÉTIMA:

A conselheira do Tribunal de Contas, Marisa Joaquina Serrano, não quer mais ficar no cargo. Irá se aposentar no final deste ano. Está com 70 anos, mas tem gás para ficar até os 75 no cargo. Diz que quer “fazer coisas novas”. Está sendo sondada para voltar à vida política no ano que vem.

OITAVA:

Brigando pela vaga que irá se abrir no TCE-MS estão três grandes nomes da política: Junior Mochi, Flávio Kayatt e Márcio Monteiro. Outro que estaria correndo ‘por fora’ de olho no cargo seria o multimilionário pecuarista deputado Zé Teixeira.

NONA:

O prefeito Marquinhos Trad é mesmo “pé quente”. Conseguiu para o ano que vem promoções importantes que movimentarão o automobilismo em nossa Capital como: Stock Car, Copa-Truck e Fórmula Porsche. Os amantes do automobilismo vibraram com a boa notícia.

DÉCIMA:

Embora tenha desempenhado um belo papel como senador em mandato tampão, Pedro Chaves se arrasta sofregamente nas pesquisas de opinião pública como o lanterninha. O IPEMS detectou que na disputa para o próximo ano das duas vagas ao Senado, Chaves está abaixo de Nelsinho, Odilon de Oliveira, Zeca do PT, Valdemir Moka e Ricardo Ayache. A fraca assessoria do Pedrão e a sua indisposição de se expor ao grande público o tem afastado cada vez mais da disputa.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários