As Dez Mais

Jor. B. de Paula Filho

Quarta-feira, 27 de novembro de 2019.

Primeira:

Vereador Valdir Gomes, presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal, denunciou hoje na FM-101.9, ter visto milhares de livros comprados pela Secretaria de Educação, amontoados numa escola que tem apenas 200 alunos. Ele já denunciou o fato ao Ministério Público e nada fizeram.

Segunda:

Há denúncias que a secretária Maria Cecília está forjando números e mentindo ao governador sobre o ensino que ela está impondo ao Estado no atual governo. Uma extensa reportagem sobre isso está sendo elaborada para a revista Boca do Povo.

Terceira:

Promotor Marcos Alex Veras está respondendo sindicância disciplinar. Três integrantes do Conselho Nacional do Ministério Público estão em Campo Grande colhendo depoimentos. Marcos Alex é acusado de repassar informações sigilosas à imprensa.

Quarta:

Mortandade de peixes no rio Anhanduí é mais um alerta de que esse curso d’água está sendo transformado num “tietezinho”. No Prosa, bem próximo à sua nascente e às margens da Via Park, podem estar despejando esgoto “in natura” no curso d’água. O mau-cheiro denuncia isso…

Quina:

Contraste para duas ações do governo: ontem a SEJUSP abriu 603 vagas no Presídio da Gameleira em Campo Grande. Há previsão de que mais 600 vagas sejam abertas. Já na Secretaria de Educação do Estado a ordem é fechar escolas para que, no futuro, os presídios continuem sendo alimentados com mais clientes…

Sexta:

O deputado Felipe Orro ‘fechou o tempo’ com a secretária Maria Cecília. Ela anunciou o fechamento de duas escolas tradicionais em Aquidauana. Cecília foi chamada hoje a depor perante os deputados, mas antes deu uma passadinha na TV-Morena onde mentiu como gente grande…

Sétima:

Pais de alunos do ZEDU colocaram uma faixa na porta da escola agradecendo pelo não fechamento dos prés 1 e 2. A ex-prefeita de Terenos Carla Rezende, diretora do local mandou retirar a faixa e enraivecida “sapateou” sobre ela. Pela coragem, Carla entrou para a cotação de ser capa da Boca do Povo.

Oitava:

A Petrobrás dormiu no ponto e perdeu a venda da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3) em Três Lagoas. A empresa russa Acron que ia investir no negócio “pulou pra trás” e deixou a petrolífera brasileira dependurada na brocha.

Nona:

Comenda Antonio Tognanni, de autoria do deputado estadual Marçal Filho, foi entregue ontem na Assembléia Legislativa aos profissionais do rádio sul-mato-grossense. Foi a oportunidade de um rápido congraçamento entre profissionais de renome como Gilberto Pereira Guedes, João Bosco de Medeiros e vários outros. Belíssima festa. Parabéns!.

Décima:

Ontem fez 60 dias que o empresário Jamil Name saiu de casa dizendo “Amanhã eu volto” e não voltou mais. Está a 60 dias preso incomunicável no Presídio Federal de Mossoró-RN, submetido ao temido RDD, e há quem diga que ele deverá pegar pelo menos 10 anos em regime fechado…

CHICOTADA DO DIA!

Milhares de livros encalhados que foram comprados pela secretária de Educação do Estado da Gráfica Alvorada, podem virar um mega escândalo educacional. Os impressos feitos na Gráfica Alvorada foram comprados por “triangulação” para ludibriar os promotores que investigavam a Lama Asfáltica. Isso merece a nossa “tripla” chicotada.

ANIVERSARIANTES!

Fabiana de Rezende Martin; Gabriel Sater; Dra. Ana Maria Rizzo; Arthur Chinzarian; Juracy Barbato; Márcia Goulart; Cláudio Tavares e Naira Lara.

MEUS AMIGOS:

Carlos Alberto Assis; Thiago, Edilton, Tognole e Matheus do Posto Shell da Via Park; Dr. Perseu: advogado; Marcão da Concresul; D. Beth, Caroline e Luciano da Metallu; Gilberto Pereira Guedes: de Amambai; Chileno Fotógrafo.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários