As Dez Mais

Quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Primeira:

Raquearam o celular do deputado Cel. David. Mandaram mensagens como se fosse ele. O caso já está na Polícia Federal. Quem ajudou espalhar a “fake News” vai se ver com a Justiça.

Segunda:

Também raquearam o celular do prefeito Marquinhos Trad que imediatamente também acionou a Polícia Federal e pediu enérgicas providências.

Terceira:

A Polícia Federal já descobriu que os raquers daqui operam com uma conta norte-americana. O objetivo é político. A Polícia Federal já tem as primeiras pistas.

Quarta:

Administradores de grupos de WhatsApp que se encarregar de espalhar notícias falsas, vai se ver com a Justiça. Um que já está na mira da justiça é Lucas Matheus: já identificado e que poderá ser preso a qualquer momento.

Quinta:

Em Mundo Novo quem “dançou” foi o ex-prefeito Humberto Amaducci, do PT. Ele nomeou em 2013 seu cunhado Nathanael Nunes Machado, como assessor especial. Na época a Justiça determinou que ele demitisse o parente. Agora é hora do vomitório: vão ter que ressarcir a prefeitura do prejuízo.

Sexta:

A Cidade do Natal vai ser reformada e se transformar numa praça de eventos e exposições permanentes. A cidade agradece.

Sétima:

Caminhão carregado com botijões despencou ladeira abaixo na Serra de Maracaju próximo a Nioaque. O ajudante do caminhão, jovem de 19 anos, morreu no local.

Oitava:

No Paraguai narcotraficantes corromperam “nove” policiais graduados convencendo-os à chefiar a chamada NARCOSUL. Ontem a temida Senar deu um “fecha” e prendeu os nove policiais corruptos. As coisas no País vizinho estão fervendo.

Nona:

O Ministério Público perdeu a queda-de-braço para o presidente Bolsonaro. Ele desprezou a chamada “Lista Tríplice”, indicou e aprovou como procurador-geral da República Augusto Aras. E não adiantou o MP “pererecar” porque contra força não há resistência.

Décima:

O TJMS preocupado com a queda de faturamento através dos cartórios resolveu mexer nas taxas que estavam aquém da realidade de mercado. Já chegou na ALMS um projeto para redução de taxas dos Cartórios de Notas e Protestos. Parabéns!.

CHICOTADA DO DIA!

Bolsonaro tomou uma “goleada” nos seus vetos à Lei do Abuso. Dizem que é por causa da invasão da PF a gabinetes no Senado e na Câmara Federal. Juiz que decretar: prisão sem o devido fundamento; ou deixar de conceder liberdade para quem, por lei, não deve ser mantido preso; pode acabar no xilindró. Punições similares para juízes que decretarem o bloqueio de bens acima dos valores a serem ressarcidos também vai dar cadeia para o magistrado. Olhando assim parece ruim, mas numa democracia quem manda não é o juiz: é a Constituição. Cabe ao Juiz apenas aplicar aquilo que está escrito. Fora disso o couro vai comer. Para a ditadura do Judiciário que estava se formando e se fortalecendo em desrespeito ao Regime Democrático aqui vai a nossa ‘tripla’ chicotada do dia.

Aniversariantes!

Miriam Ferro, Maria Lúcia Ribeiro; Marcelo Boza; Artista Plástica Lássara Lessonier e João Jacomini.

Meus amigos:

Gonçalves da Central Peças e Ferramentas; Meu amigo Júlio Marcos “o Brejinho” o Comunicador das tardes na 101.9; Vereador Pinduca, de Mundo Novo; Elder, da Prefeitura de Campo Grande; Paulo Cavalheiro, de Miranda; Dr. Ulisses Duarte, ex-Governador do Lions; Ver. Willinha Maksoud.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários