As Dez Mais

Jor. B.de Paula Filho

Quarta-feira, 17 de julho de 2019.

Primeira:

A Bolívia está em alerta máximo por causa da Febre hemorrágica. Três pessoas já morreram contaminadas. Há 65 anos essa febre é registrada naquele país. O “chapare arenavírus” é transmitido pela urina de ratos.

Segunda:

A coisa na Bolívia está feia. A febre hemorrágica já matou: O doente nº zero, Macário Gironde (65); a residente em medicina Ximena Cuéllar, que o atendeu e o médico gastroenterologista Gustavo Vidales. Outro médico Marco Ortiz está em isolamento numa UTI em Santa Cruz de La Sierra sob suspeita de contaminação.

Terceira:

O CRAS da Coophavilla não está atendendo moradores porque está passando por adaptações, mesmo assim as reclamações são enormes. Pessoas estão sendo destinadas para outros atendimentos e isso está causando muitas reclamações e descontentamentos.

Quarta:

Aprovada ontem por 18 a 7 em regime de urgência pela Câmara de Vereadores a reforma da Previdência de Campo Grande. A contribuição para o IMPCG ficou assim: Servidores municipais: de 11% para 14% e da Prefeitura de 14% para 22%. Faltosos da sessão: Os vereadores Antônio Cruz (PSDB), João César Mattogrosso (PSDB) e Gilmar da Cruz (PRB).

Quinta:

A Secretaria de Educação do Estado acabou com aquele negócio do professor contratado ser considerado o “bóia fria” da Educação. Os contratados terão todas as garantias e os contratos estarão valendo ininterruptamente. Parabéns à Educação Estadual.

Sexta:

Elipse da Lua ontem foi uma atração em Campo Grande capaz de dar capa de jornal. A sombra da Terra encobriu parcialmente nosso satélite natural. Dia 2 aconteceu o eclipse solar, total em alguns lugares do nosso planeta.

Sétima:

O PDV (Programa de Desligamento Voluntário) do Governo do Estado teve 156 adesão de servidores. Não era o que se esperava, mas já é um bom começo. É bem provável que um novo PDV ou esse mesmo programa se estenda novamente com maior prazo de validade.

Oitava:

Visita agradabilíssima a do secretário Carlos Alberto Assis, secretário Especial de Governo. Está entusiasmado com o ritmo do governo de Reinaldo Azambuja e otimista com os rumos dessa segunda fase.

Nona:

A fronteira sem o megatraficante Jorge Rafaat Toumani se tornou uma terra de ninguém e muito mais violenta. Essa é a conclusão de especialistas. A briga pelo espólio de Rafaat no narcotráfico abriu uma guerra entre facções que estão operando no Brasil e no Paraguai. A conclusão é óbvia: com Rafaat havia o tráfico, mas para os cidadãos fronteiriças havia segurança e paz.

Décima:

Frigoríficos fechados em Mato Grosso do Sul mostra o fechamento de 5 grandes grupos no setor da pecuária sul-mato-grossense. A denúncia é que eles pagam para deixar os concorrentes fechados e assim impedem que se abram mais de 3 mil empregos neste estado. Isso é monopólio. Isso é crime.

CHICOTADA DO DIA!

Enquanto no Brasil falamos em trens bitola larga correndo a 60 quilômetros por hora, na China se fala em trens de levitação magnética que correm a 600 quilômetros por hora competindo com os aviões a jato. Em nosso estado os trens da RUMO, antiga Noroeste, andam a 20 quilômetros por hora. Demoram de Campo Grande a Aquidauana – 120 KM, a bagatela de 6 horas. Como falar em desenvolvimento se ainda estamos na Idade da Pedra. Isso merece tripla chicotada.

ANIVERSARIANTES DO DIA!

Dra. Vanda Gonzalez; Nosso vice-governador Murilo Zauith; Pr5esidente do TJMS, Des. Pascoal Carmelo Leandro; Pianista Júlio Cheda.

Meus amigos:

Pedro Silva, do Rouxinóis; Mara Dolzan; Pessoal da Sec. De Saúde do Estado; Dra. Regina Márcia da Adepol; Gelásio Lani da Otica Itamaraty; Dr. Carlos Clementino da Engepar; Maurício e Rosana da MR Almoços, jantares e coquetéis; Dr. Ernestinho Borges; e Paulo Raff da Usimix.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários