AS ‘10’ MAIS

Segunda-feira, 29 de Fevereiro de 2016.

1ª)

Semana passada o Bernal perdeu o vôo para Brasília. Quando seu nome foi chamado no sistema de som interno do nosso aeroporto a vaia do pessoal foi tão ensurdecedora que teve gente que ficou surdo por alguns minutos. Até o locutor da Infraero pediu silêncio.

2ª)

Nos postos da SESAU está faltando tudo. Uma criança foi levada a dois lugares para uma sutura e só conseguiram num terceiro lugar particular. Nos dois postos, um tinha linha, mas não tinha agulha. No outro tinha agulha, mas não tinha linha. Agora os diabéticos estão se socorrendo do Hospital Regional. Nos postos tem insulina, mas não tem agulha.

3ª)

Governador Reinaldo Azambuja foi recebido com aplausos e reconhecimento pelos alunos, pais de alunos e professores, nesta manhã na escola estadual do Parati. Todas as escolas estaduais já receberam uniformes e merenda farta. Fez inveja à Rede Municipal de Ensino que não tem kit escolar e nem merenda por falta de iniciativa do prefeito reconduzido.

4ª)

Hoje é o dia da Secretaria de Administração da Prefeitura dizer se irá ou não pagar o aumento dos professores da REME. Se a ‘Lei do Piso’ não for cumprida haverá a greve. Como diz o Pedra: “Dinheiro tem, está faltando boa vontade do prefeito!”.

5ª)

Um mega buraco que existia no Carandá Bosque no final da Vitório Zeola com a Mata do Jacinto, foi fechado pelo ‘tapa-buracos’ da Prefeitura. O serviço só durou ‘sete dias’. Com o chuvisco do fim de semana ele se esfarelou e abriu novamente e já está aberto engolindo veículos. Essa é a administração que prometia ‘o povo em primeiro lugar’.

6ª)

Por discriminar o idoso, a Unimed de Campo Grande foi condenada a devolver em dobro a esses clientes o valor cobrado a mais, e será obrigada a revisar a cláusula contratual que prevê reajustes para idosos de 60 anos ou mais, em todos os contratos firmados desde 21 de setembro de 2006. Também pagará multa de 15 mil para cada idoso que seja recusado no plano em função da idade.

7ª)

O deputado federal Carlos Marum disse hoje em meu programa na Difusora que “Se o povo for às ruas dia 13 e fizer pressão, a presidente Dilma não vai durar mais que 60 dias no cargo”. Mas foi bem claro: pressão pelo Facebook não derruba ninguém. O povo tem que ir pras ruas e protestar. Amanhã no programa é dia da vice-governadora Rose Modesto que já confirmou a entrevista.

8ª)

Marun disse que em caso de impeachment de Dilma quem assumirá a Presidência da República será o vice Michel Temer, que por sinal estará nesta semana em Campo Grande.

9ª)

Amanhã o deputado estadual Marquinhos Trad deverá através de sua assessoria jurídica protocolar sua saída do PMDB. Ele também irá fazer um pronunciamento na Assembléia sobre sua decisão. O caldeirão político começou ferver, ainda mais quando o prefeito reconduzido vê sua popularidade se esfarelar devido a má administração que está fazendo.

10ª)

Tem um ‘zumzumzum’ no ar que a Secretária da REME vai fazer tudo para que os professores não entrem em greve, e já teria traçado um plano maquiavélico para isso: “Dar o piso salarial e exigir que os professores trabalhem 40 horas semanais, dispensando o excedente”. Se isso for verdade, essa panela de pressão que já está com a válvula emperrada vai explodir.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários