AS ’10’ MAIS

Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016

1ª)

Andréia Olarte para a prefeitura de Campo Grande. Acha que isso é apenas balão de ensaio?… Espere pra ver.

2ª)

Advogados do senador Delcídio do Amaral podem ter encontrado a chave para conseguir a liberdade do ilustre cliente. Descobriram que o flagrante foi forjado, e todo flagrante forjado é ‘nulo’.

3ª)

O vídeo de Alcides Bernal vereador babando ovo do ex-prefeito Nelsinho Trad e fazendo a ele rasgados elogios ‘viralizou’ na internet. Bernal entrou no seu inferno astral, morrendo na opinião pública pela própria boca.

4ª)

Não é verdade que os servidores municipais receberam seus salários em dia. Pelo menos é o que estão dizendo a OMEP e a SELETA. Dizem que o pagamento só será depositado dia dez.

5ª)

O livro ‘Mein Kampf’ escrito pelo ex-ditador Adolf Hitler, caiu em domínio público e pode ser publicado por qualquer editora no mundo sem pagar nada aos familiares do autor. Mas no Rio um juiz mandou recolher a obra por ela ser perigosa à convivência social às minorias.

6ª)

A máfia do ‘jogo-do-bicho’ caiu na mira da ‘Lava Jato’. A ligação de Lula com esses mafiosos teria sido usada para elevar o patrocínio da Petrobrás às Escolas de Samba, de 120 milhões em 2003, para 1,2 bilhão a partir de então.

7ª)

Crianças de 6 a 10 anos vão receber ensinamento a respeito das famílias gays, lésbicas com adoção de filhos, e ensinamentos sobre bigamia, poligamia, bissexualismo e transexualismo. Se relação sexual com menor de 14 anos é crime, para que crianças de 6 anos serão ensinadas sobre esses temas?. Essa pergunta do deputado federal Elizeu Dionizio (PSDB) na tribuna da Câmara Federal está dando o que falar…

8ª)

Dizem que Alcides Bernal não ficou nem um pouco preocupado com as orações e jejuns feitos por Gilmar Olarte. Num tom de zombaria Bernal teria dito aos seus mais chegados como Pedra e a Cuca: “Eu agora, nem Deus derruba!”. Esqueceu que o dono do Titanic disse a mesma coisa quando lançou o navio ao mar, e o transatlântico não completou a primeira viagem.

9ª)

O juiz Sérgio Moro virou matéria do jornal The Washington Post, escrita por Dom Phillips que o chama de ‘Novo herói brasileiro’ por sua atuação na Operação Lava Jato. Ele ganhou entre Neymar Júnior e Gisele Bundchen. Finalizou a matéria dizendo que Moro em 1998 passou um mês em um programa especial na faculdade de direito de Harvard e que em 2007 o juiz participou de um curso de três semanas, patrocinado pelo departamento de estado dos EUA.

10ª)

Agora o recado final que está correndo nas redes sociais (aspas): “Sou contra a legalização da maconha, porque a pessoa começa nela, depois vai pra cocaína, crack, axé, pagode, funk e termina votando no PT”.

Amanhã eu volto.

Comentários

Comentários