AS ’10’ MAIS

Quarta-feira, 27 de abril de 2016.

1ª)

Confirmado o nome da vice-governadora Rose Modesto como candidata a prefeita de Campo Grande pelo PSDB. A indecisão está quanto ao vice que poderá ser o Riedel, e os tucanos disputariam então com chapa pura.

2ª)

O governador Reinaldo Azambuja tem sido cuidadoso na questão da prefeitura de Campo Grande e tem mantido boa conversação com todos os candidatos. Quem ganhar vai precisar da parceria do Estado, e Reinaldo quer paz e bom relacionamento com o futuro prefeito da Capital.

3ª)

Professores entram mesmo em greve na segunda-feira. Todas as tentativas de aproximação e conversa com Alcides Bernal foram em vão. Agora a atitude é drástica. A greve é o resultado final de todas as tentativas de negociação salarial que terminaram em nada.

4ª)

Quem está mandando no gabinete do Vereador Otávio Trad é a mãe dele, doutora Fátima. Ela entrou na fita para reorganizar a vida política do filhão que andava um tanto destrambelhada. Pessoal por lá está pisando ‘miudinho’ porque com dona Fátima, escreveu não leu, o bicho pega.

5ª)

Saiu a nomeação de Anny Cristina, figura que esteve envolvida nas acusações e armações contra o prefeito Gilmar Olarte e flagrada nas gravações do GAECO tramando dividir dinheiro que ela e outra amiga arrancariam de Olarte, caso a chantagem que estavam planejando desse certo. A nomeação liga Anny a Bernal, e a Justiça está de olho.

6ª)

Os petistas resolveram tirar o time de campo. Vão evitar ao máximo a exposição pública na eleição deste ano. A maré não está pra peixe. Eles correm risco de serem hostilizados pela população. O Cabo Almi e o Pedro Kemp não sairão candidatos à prefeito. O PT corre o risco de encolher e analistas dizem que não será novidade se o partido acabar.

7ª)

Tem festa da linguiça em Maracajú neste final de semana. Em Rio Negro o prefeito Dr. Gilson Romano prepara a cidade para o aniversário que terá muitas atrações. São programas que você poderá fazer sozinho ou com a família. Anote em sua agenda e não perca.

8ª)

Por quatro vezes o Conselho de Ética do Senado não conseguiu ouvir o senador Delcídio do Amaral, que se afastou das lides por problema de saúde. Telmário Mota quer julgar o senador sem o direito de defesa, isto é “sem o contraditório”, o que pode deixar qualquer resultado passível de anulação. Os advogados do Delcídio dizem que não existem nem cópias das acusações para que o senador possa se defender.

9ª)

Jair Bolsonaro, acusado de bajular o torturador Brilhante Ustra na votação do ‘impeachment’ na Câmara Federal, corre o risco de não receber a láurea concedida pela Câmara Municipal de Campo Grande de ‘Visitante Ilustre’. Quem não está contente com isso é o vereador Roberto Durães que havia proposto a homenagem porque Bolsonaro é o chefão do seu partido.

10ª)

Tem muita gente de olho na aposentadoria do Cabral, conselheiro do Tribunal de Contas. A vacância do cargo promete se transformar numa briga de foice, mas há quem diga, que o lugar desta vez será para o deputado tucano Flávio Kayatt, que pela bravura, retidão e competência merece ingressar no TCE como forma de agradecimento e reconhecimento pelos bons e relevantes serviços prestados à nossa sociedade.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuui

Comentários

Comentários