Após reunião no RJ, empresário de Berrío prevê definição em três dias

Agente cita acerto entre Fla e atleta após encontros com presidente do Nacional e Rodrigo Caetano, mas aguarda acordo com colombianos para dar uma posição final

A novela envolvendo a possível transferência do atacante Berrío do Atlético Nacional para Flamengo ainda não acabou. Mas está próxima de um capítulo final. O empresário do atleta, Nestor Villarreal, se encontrou na tarde desta terça-feira com o presidente do time colombiano, Juan Carlos de La Cuesta, e também com Rodrigo Caetano, diretor executivo rubro-negro.

Após a reunião, que ocorreu no hotel onde a Colômbia está hospedada no Rio de Janeiro, o agente afirmou que ainda há pendências entre os clubes a resolver para selar o acordo, mas que isso deve ser definido ainda nesta semana.

– Como qualquer negociação, há muitos detalhes para resolver e estamos no processo final disso. O que posso dizer é que o Flamengo e o jogador já se acertaram. O que falta é o acordo definitivo entre os dois clubes. Creio que em dois ou três dias teremos uma resposta definitiva, seja para a transferência ou não – declarou o empresário.

A negociação não é considerada fácil. O Atlético Nacional fechou em US$ 5 milhões (R$ 15,8 milhões) a pedida inicial, valor considerado alto pelo Rubro-negro. A primeira oferta do Flamengo foi pautada em parcelamentos, assim como feito nas contratações de Mancuello, Cuéllar e Donatti, mas foi recusada pelos colombianos.

Nestor ficará no Rio de Janeiro até a próxima quinta-feira. Juan Carlos de La Cuesta está no Rio de Janeiro para participar do Jogo da Amizade, amistoso entre Brasil e Colômbia em homenagem às vítimas da tragédia com a Chapecoense. O agente ressaltou a pressa do Rubro-Negro em definir a contratação para contar logo com o jogador no elenco a tempo de inscrevê-lo na Libertadores.

Revelado pelo Atlético Nacional em 2009, Berrío ganhou destaque na campanha do título da Libertadores de 2016, mesmo alternando entre o time titular (escalado cinco vezes nos 14 jogos) e o banco de reservas. Marcou o gol de empate no primeiro jogo da decisão contra o Independiente del Valle, fora de casa, e caiu nas graças do treinador Reinaldo Rueda e da torcida colombiana.

Fonte: Ge

Comentários

Comentários