Abaixo assinado pede início imediato da revitalização da antiga rodoviária de Campo Grande

Um grupo de pessoas e comerciantes da área central de Campo Grande estão fazendo um abaixo assinado, pedindo o início imediato da Revitalização do prédio do complexo empresarial Terminal do Oeste Heitor Eduardo Laburu (a Antiga Rodoviária do centro da cidade). Além do abaixo assinado será entregue um agradecimento ao prefeito Marquinhos Trad pela aprovação do projeto já autorizado de R$ 15,4 milhões para reforma.

“Acreditamos que é uma obra de suma importância para o crescimento e desenvolvimento da nossa cidade. Começamos colher assinaturas através da DEMAPAC (Departamento de Missões da Igreja Palavra de Cristo para o Brasil), após saber que já foi liberado a verba para a revitalização da Antiga Rodoviária. O prefeito demonstra querer realizar esta obra ainda este ano, nós apenas estamos através deste abaixo assinado reiterando que é o desejo de muitos cidadãos campo-grandenses. As pessoas tem o desejo de poder circular nas intermediações com segurança e desfrutar dos benefícios oferecidos do local e arredores, hoje infelizmente isso não é possível, devido a depredação, sujeira, vandalismo e pequenos assaltos que são frequentes, isso acaba manchando a imagem de Campo Grande até mesmo para os visitantes que vem de vários lugares do Brasil ”. disse o Pastor Clayton Tomaz, organizador da petição.

O antigo terminal Rodoviário está desativado há mais de 10 anos, e vem se transformando em cracolândia no centro de Campo Grande. A revitalização passa ser algo fundamental para a segurança e crescimento do comercio local e valorização do centro de nossa cidade.

Com a revitalização os comerciantes esperam impulsionar os alugueis, e conseguir realizar a venda das salas comerciais no prédio. O imóvel é dividido entre vários proprietários que, conforme o prefeito, já renegociaram impostos visando a valorização do espaço com a revitalização de R$ 15,4 milhões dos 4 mil m² pertencentes ao município.

Bispo Michel Castro e Pr.Clayton Tomaz organizador do abaixo assinado.

Comentários

Comentários