A aeronave Beluga XL da Airbus faz seu voo inaugural na França

Uma baleia cruza o céu de Paris

 

Os franceses foram surpreendidos na semana passada ao ver uma baleia voando, cruzando o céu tranquilamente na semana passada. E não, não era loucura. Cerca de 10 mil pessoas se reuniram no aeroporto de Toulouse, na França, para assistir o voo inaugural do Beluga XL da Airbus. Apelidado de Baleia do céu, o avião que leva um rosto de baleia pintado de forma descontraída na sua lataria, foi projetado para mover componentes de aeronaves superdimensionados e tem uma capacidade 30% maior do que os atuais aviões Beluga.

Iniciado em novembro de 2014, o projeto Beluga XL foi idealizado para transportar partes completas de aeronaves da Airbus de diferentes locais de produção pela Europa até as linhas de montagem final em Toulouse, França e Hamburgo, na Alemanha. Tim Orr, chefe de branding da Airbus, disse: “Os seis projetos que propusemos para a consideração dos funcionários respeitaram nossa identidade de marca enquanto fugíamos do convencional para o não convencional, até adicionando um toque de diversão”.

Bem-humorados e otimistas com o voo inaugural, os engenheiros da Airbus pintaram a boca e os olhos de uma baleia na lateral do nariz do avião, deixando-o simpático e atraindo olhares curiosos. Pesando 125 toneladas, ele possui capacidade de transportar até 53 toneladas de carga no porão. Com seis metros de comprimento e um metro de largura a mais que o antigo modelo, ele é capaz de transportar duas asas de avião do A350 XWB. O dobro de capacidade do antigo modelo que conseguia transportar apenas uma asa do A350 XWB por vez.

O novo cockpit abaixado – que abre espaço para um convés principal com capacidade de carga direta – é o que dá ao avião uma aparência única. E não é apenas na aparência que o novo Beluga XL se mostra imponente. Com capacidade de transportar até 53 toneladas no porão por uma distância de mais de 2.500 milhas, a pesada aeronave é alimentada por dois motores Rolls-Royce Trent 700 Turbofan – que custam £ 530 milhões cada um – ambos com empuxo de 316 kN.

Somente cinco Beluga XL serão colocados a serviço no futuro. Tim Orr, chefe de branding da Airbus, disse: “Os seis projetos que propusemos para a consideração dos funcionários respeitaram nossa identidade de marca enquanto fugíamos do convencional para o não convencional, até adicionando um toque de diversão”. Em sua conta no Twitter, a Airbus twittou: “Baleia, baleia, baleia … esse é um ótimo dia para um voo inaugural, você não acha?”

Comentários

Comentários