Tremor de magnitude 7,4 ocorre no mar perto do Japão

Há alerta de tsunami para a região de Fukushima.
Abalo teve epicentro a 30 km de profundidade.

Um tremor de magnitude 7,4 com epicentro no mar atingiu o Japão às 5h59 desta terça-feira (22), pela hora local, segundo a Agência Meteorológica Japonesa. A agência inicialmente mediu magnitude 7,3, mas depois revisou o número.

O Serviço Geológico dos EUA, por sua vez, informou também inicialmente que a magnitude foi de 7,3, mas em seguida a revisou para 6,9.

As autoridades fizeram um alerta de tsunami para a Prefeitura de Fukushima, com possibilidade de ondas de 1 a 3 metros. Por volta das 11h, na hora local (22h em Brasília) a rede NHK informava que o mar subia cerca de 60 cm na costa. A NHK disse ainda que a usina nuclear de Fukushima foi inspecionada e não foi constatada nenhuma anormalidade.

O abalo, que foi sentido em terra, aconteceu a poucos quilômetros da costa leste da Ilha de Honshu, a principal do Japão. O epicentro, localizado a 67 km da localidade de Iwaki, tem profundidade de cerca de 30 km.

Em visita a Buenos Aires, na Argentina, o premiê japonês Shinzo Abe disse que ordenou às autoridades japonesas a fornecer informações “precisas e atualizadas” sobre o alerta de tsunami para a população.

Zona sísmica
O Japão se situa na junção de quatro placas tectônicas e experimenta uma série de tremores violentos a cada ano.

Em março de 2011, um terremoto de 9,0 graus de magnitude provocou um tsunami na costa nordeste do Japão, deixando mais de 18.000 pessoas mortas ou desaparecidas, e derretendo três reatores da usina nuclear de Fukushima, o que provocou a liberação de uma grande quantidade de material radioativo.

Em abril passado, dois fortes terremotos atingiram a província de Kumamoto, no sul do Japão, e foram seguidos por mais de 1.700 tremores secundários, deixando pelo menos 50 mortos e causando danos generalizados.

Fonte: G1

Comentários

Comentários