Tecnologia da Seagate promete aumentar armazenamento interno dos drones

Apesar de gerar muitas informações, os drones possuem pequenos limites de armazenamento interno e, dependendo do uso, a capacidade da memória pode não ser suficiente para guardar todos os arquivos. Pensando nisso, a Seagate planeja aumentar o espaço do aparelhos usando um novo método ainda não detalhado.

Drone faz vídeos em 360º e 4K para reproduzir em Oculus Rift e Gear VR

A atualização promete ajudar os quem usa os drones com mais de uma câmera, por exemplo, ou com apenas um cartão SD. Assim, a ideia da Seagate é simplificar a forma de extração das informações e dos dados do gadget, garantindo que os conteúdos gravados fiquem a salvo após colocar o aparelho no ar.

De acordo com o gerente de produtos da Seagate, Patrick Ferguson, o mercado traz uma grande oportunidade, pois os fabricantes não estão preocupados com o armazenamento do drone e sim com a facilidade do voo e do manuseio do dispositivo.

“Eu estou muito empolgado em relação a isso. Em 20 minutos de voo, você tem centenas de gigabytes, e não dezenas”, afirma Ferguson.

Como ainda não é possível salvar gigabytes de informações em uma nuvem, esses dados ficam armazenados no drone durante o voo para serem descarregadas quando voltarem ao solo.

Qual é o preço justo para um drone? Comente no Fórum do TechTudo

Assim, além da dificuldade de armazenamento, ainda existem outras adversidades, como a facilidade com que se pode perder as informações ou ter os dados corrompidos, caso o drone caia na água, por exemplo.

A companhia ainda não sabe quando a atualização estará disponível para o usuário nem qual seria o tipo de dispositivo para a maior capacidade de armazenamento.

Via PC World

Comentários

Comentários