Senado aprova acordo de intercâmbio educacional entre Brasil e Macedônia

Pedro Chaves destacou que acordo Brasil & Macedônia vai beneficiar estudanrtes e professores de ambos os países

O Plenário do Senado aprovou projeto que estabelece o Acordo de Cooperação Educacional entre o Brasil e a Macedônia, para fomentar as relações entre os dois países e contribuir para o desenvolvimento do ensino em todos os seus níveis e modalidades.

A proposta teve como relator na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) o senador Professor Pedro Chaves (PSC/MS).

“O texto regula de modo bastante satisfatório a cooperação educacional bilateral e é um instrumento de intercâmbio que trará benefícios para estudantes, professores e pesquisadores de ambos os países”, assegurou Chaves.

Entre os pontos de cooperação citados no acordo estão o fortalecimento da cooperação educacional e interuniversitária; a formação e o aperfeiçoamento de professores e pesquisadores; o intercâmbio de informações e experiências e o fortalecimento da cooperação entre equipes de pesquisadores.

O compromisso internacional prevê atividades de intercâmbio de estudantes, professores, pesquisadores, técnicos e especialistas, para a realização de cursos de graduação e pós-graduação e missões de ensino e pesquisa. Também inclui a elaboração e execução conjunta de projetos e pesquisas em áreas a serem definidas.

O texto não se aplica ao reconhecimento e a revalidação de diplomas e títulos acadêmicos, que continuam sujeitos à legislação nacional de cada um dos países. Ele segue agora para a promulgação.

Comentários

Comentários