Sem dar notícias há 48 horas, “gato” da Copinha preocupa clube e agente

Após repercussão do caso e da eliminação do Paulista de Jundiaí da decisão do torneio, zagueiro Brendon Matheus não atende ligações e segue desaparecido

Brendon Matheus Lima dos Santos, o “gato” da Copinha segue sem dar notícias ao Paulista de Jundiaí e ao seu empresário, o ex-atacante Alberto. O último contato com o zagueiro aconteceu na tarde do domingo, quando o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP), da Federação Paulista de Futebol (FPF), ainda não havia excluído o time do interior paulista da decisão da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Em contato com o GloboEsporte.com nesta terça-feira, Alberto revelou que ainda não conseguiu localizar o atleta, que segue desaparecido e sem dar notícias a ninguém ligado ao Paulista e ao seu staff. Anteriormente, oagente havia afirmado que o Brendon não pode ser considerado um bandido, apesar da suspeita de falsificação de documentos para atuar na Copinha.

– Ainda estamos sem novidades. Tudo o que eu puder fazer por ele vou fazer. É uma pessoa do bem, não é um bandido. Quero conversar e explicar que as coisas não funcionam dessa maneira – disse.

O presidente do Paulista, Pepe Verdugo, também não conseguiu contato com Brendon, mas torce para que o jogador apareça e possa esclarecer o que aconteceu.

– Ele pisou na bola com a gente, mas não temos nada contra ele. É uma pessoa querida no elenco e nos preocupa esse desaparecimento. Até o momento, porém, não localizamos ele. Nem a Polícia sabe onde ele está ainda – disse o mandatário.

Entenda o caso

O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP), da Federação Paulista de Futebol (FPF), eliminou o Paulista da Copa São Paulo e definiu que o Batatais vai disputar a final da competição  contra o Corinthians. De acordo com uma denúncia apresentada pelo Batatais, que foi eliminado pelo Paulista na semifinal, o jogador teria 22 anos, e não 19, a idade limite para disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O nome Brendon Matheus Lima dos Santos, que consta nas súmulas do Paulista, é o de um rapaz preso no Rio de Janeiro sob a acusação de roubo e tráfico de drogas. O nome verdadeiro do jogador seria Heltton Matheus Cardoso Rodrigues, segundo reportagem publicada pela ESPN.

Fonte: ge

Comentários

Comentários