Prefeito da Capital suspende por 90 dias pagamento de fornecedores

É evidente o caos financeiro que transpassa a prefeitura de Campo Grande. A nova administração levou o prefeito Marquinhos Trad a tomar medidas drásticas para conter despesas. A medida tomada determina pela suspensão do pagamento por até 60 ou 90 dias este que será publicado em breve no Diário Oficial do Município, de acordo com o procurador geral do município Alexandre Ávalo.

De acordo com o procurador, a determinação faz parte do conjunto de medidas que visam melhorar as finanças do município. “Neste período de suspensão, serão analisados os contratos. Os que tiverem mais urgência serão pagos”, explicou.  Conforme ele, o prefeito de Salvador (BA) Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), adotou medida semelhante para recuperar as finanças da capital baiana.

A pactuação com os fornecedores já havia sido cogitada pela nova administração antes mesmo de assumir a prefeitura.  Na ocasião, o secretário de Finanças, Pedro Pedrossian Neto, afirmou que o déficit era de R$ 360 milhões no ano. O número é aproximadamente 40% maior do que o registrado em 2015, quando o saldo devedor foi de R$ 216 milhões.

 

Comentários

Comentários