Mulher que acusa Neymar por estupro recebeu ação de despejo

Foto: Mixturando

Najila Trindade Mendes de Souza (26) ganhou notoriedade após acusar o jogador Neymar Jr. de estupro, que teria supostamente teria ocorrido no dia 15 de maio. O atleta afirmou que a relação foi consensual e publicou um vídeo em redes sociais no qual expos suas conversas íntimas buscando comprovar o seu ponto. Contudo as mensagens não deixaram claro se houve ou não o estupro. Na véspera do registro do BO a 6ª Vara Civil de Santo Amaro condenou a pagar uma multa contratual no valor de R$26.712,00, equivalente a três meses de aluguel e o pagamento de custos processuais. Ela também recebeu uma ordem de despejo. A ação judicial foi promovida por Marcus Vinicius Picconi e Verena Regina Fiori. Além da dívida imobiliária, Najila responde por uma dívida com a Escola Panamericana de Arte, no valor de R$4160,77.

Comentários

Comentários