Mulher é presa após abortar e enterrar feto no quintal de casa

Está sob acusação de aborto uma mulher de 35 anos residente do Distrito do Quebra Coco em Sidrolândia/MS. A mulher teria abordado e enterrado o feto no quintal de sua residência.

A mulher acusada de aborto é funcionária do frigorífico JBS e havia sofrido uma hemorragia no seu local de trabalho. A hemorragia teria acontecido no banheiro da empresa. Contudo quando chegou em casa a hemorragia teria agravado e teve que ser levado ao pronto socorro médico.

O caso começou a se tornar crime no momento em que a mulher deu entrada no hospital e internada por hemorragia, com sangramento. Na avaliação médica constatou-se que a hemorragia teria sido provocada por complicações de um aborto.

O caso chegou ao conhecimento das autoridades policiais e os investigadores foram atrás de informações no seu local de trabalho e na sequência até a residência da acusada. Os investigadores encontraram na sua residência no Distrito de Quebra Coco um sacola plástica e parte do que a mãe havia enterrado no quintal. O material colhido foi encaminhado ao IML e está aguardando o laudo.

O crime se agrava e provoca uma revolta é que as suspeitas de como a mãe teria realizado o aborto. As suspeitas de como a acusada teria matado o bebê ainda no banheiro da empresa, e na sequência colocado em um saco plástico e enfiado dentro da bolsa. Depois foi levado e enterrado no quintal de sua residência.

De acordo com o site Sidrolândia News funcionários da empresa relataram que o banheiro feminino na segunda-feira (7), dia do ocorrido, estava todo ensanguentado e que uma pessoa, que seria amiga da acusada teria ido até a cozinha e pedido um saco plástico e luvas descartáveis.

A Delegacia de Polícia de Sidrolândia prendeu a acusada sob o crime de homicídio culposo.

A mulher de 35 anos está presa na Delegacia de Polícia Civil em Sidrolândia, sob acusação de homicídio culposo.

Comentários

Comentários