Avião em que estava Teori Zavaski, relator da Lava Jato cai na região do Paraty

Supremo Tribunal Federal confirmou o nome do ministro Teori Zavaski, que estava na lista de passageiros da aeronave que caiu na tarde de quinta-feira (19). O Ministro estava a bordo do avião bimotor que caiu no mar na região de Paraty, no Rio de Janeiro no mar de Paraty.

O Corpo de Bombeiros Militar Também confirmou, por volta das 17h35 (horário de Brasília), a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato. Ele estava no avião bimotor que caiu no mar na região de Paraty, no Rio de Janeiro.

De acordo com as informações  veiculadas a imprensa nacional havia quatro pessoas a bordo e apenas uma teria sobrevivido, contudo as identidades das vítimas não foram reveladas. Apenas a identidade do Ministro.

Em entrevista à imprensa, familiares do ministro ainda não confirmaram a morte, mas, disseram que Zavascki embarcou na aeronave. O filho do ministro, Francisco Prehn utilizou as redes sociais para informar que o pai estava no avião e pediu orações.

“Por favor, rezem por um milagre”,  disse o filho do ministro, Francisco Prehn Zavascki, em sua página no Facebook. A Força Aérea Brasileira informou que o avião tem o prefixo PR-SOM e é de propriedade do hotel Emiliano, um luxuoso empreendimento com sedes em São Paulo e no Rio de Janeiro. Contatado, o hotel não disponibilizou porta-voz e não retornou até a publicação desta reportagem. Segundo a FAB, a aeronave, partiu do aeroporto de Campo de Marte, em São Paulo, às 13h01 desta quinta-feira. Às 14h foi informada a queda no município de Paraty, no mar.

 

Comentários

Comentários