Dono de rancho é autuado por construir em área ambiental protegida

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Cassilândia, que trabalha na operação pré-piracema, realizava fiscalização no município, nas imediações do rio Aporé e localizou ontem (6) no início da noite, a construção em alvenaria de uma residência para servir como um rancho pesqueiro, à margem do rio, dentro da área de preservação permanente (APP) de matas ciliares, que é protegida por lei. Além da construção ilegal, o proprietário cortou vegetação na área protegida sem autorização ambiental.

A PMA interditou as atividades. O infrator (61), residente em Cassilândia, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00 pela construção ilegal. Ele também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente (APP) e, se condenado, poderá pegar pena de detenção, de um a três anos.

CRÉDITO: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS

Comentários

Comentários