Denunciados pela morte de Wesner irão a júri popular

Foto: Campo Grande News

A Justiça decidiu levar a júri popular Thiago Giovanni Demarco Sena (23) e Willian Henrique Larrea (33) pela morte de Wesner Moreira da Sila (17), ocorrida em 2017, na Capital. Os acusados estavam em um lava jato quando introduziram nos ânus de Wesner uma mangueira de compressão, que após dias internados veio a obtido. Os réus serão julgados pelo crime de homicídio doloso, qualificado pelo recurso que dificultou a defasa da vítima. A decisão foi publicada na quarta-feira (3), no Diário de Justiça de MS.

Comentários

Comentários