As Dez Mais

Terça-feira, 26 de Setembro de 2017.

Primeira:

Dia 5 de Outubro acontece a eleição para a presidência do Conselho Regional de Odontologia do MS. A Chapa-2 é a renovação. A entidade tem a mesma direção há 20 anos. Tânia Garib é a grande timoneira da renovação.

Segunda:

O Agente Penitenciário Federal Joseilton de Souza Cardoso, de 37 anos, que matou o servente Adilson Silva Ferreira dos Santos, de 22 anos, saiu da audiência de custódia com o juiz, direto para o Centro de Triagem.

Terceira:

Para piorar a situação, Joseilton está em estágio probatório, portanto, não poderia se meter em confusões . A discussão agora está em saber se a arma do crime era dele ou da instituição.

Quarta:

Na Câmara Federal hoje é dia de discussão sobre o financiamento de campanha. Essa discussão pode emperrar a reforma política. Para o Planalto ela pouco importa. O que não pode ficar parado é a reforma da Previdência.

Quinta:

O Governo do Estado vai mexer na pauta fiscal e a partir do dia 1º de Outubro os combustíveis voltarão a subir, desta vez em 2,09%. E como do couro sai a correia, o aumento na pauta vai mexer direto no bolso dos consumidores.

Sexta:

No festival de aumentos outro que nessa ‘dança’ é o botijão de gás que subiu hoje 6,9%. Em Campo Grande o botijão pode ser comprado entre 68 a 75 reais. Em Nova Andradina-MS o botijão chega custar 80 reais.

Sétima:

Está mantido o Horário Brasileiro de Verão. Ele irá começar domingo dia 15 de outubro e vai durar até 17 de fevereiro. Inventado na época de Getúlio Vargas, esse horário faz parte da chamada “economia besta” que se pratica em nosso País.

Oitava:

Até agora não apareceu nenhuma foto do Agente Penitenciário Federal Joseilton de Souza Cardoso em nossa imprensa. Nas notícias só fotos da vítima, como se seu assassino não tivesse rosto. É por esses “privilégios” que neste País se cria um distanciamento entre pobres e ricos.

Nona:

Comentário à boca pequena pelos corredores da Assembléia de que certo deputado anda cabisbaixo porque bloquearam metade do seu salário numa ação trabalhista.

Décima:

O desconto de 90% no ICMS pelo ex-governador André Puccinelli para atrair ao Estado a Eldorado Papel e Celulose deverá ser cancelado pelo governador Azambuja. O trato da empresa com o Governo do Estado era de 15 anos – até 2027 – mas Reinaldo resolveu roer o acordo.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários