As Dez Mais

Sexta-feira, 15 de Setembro de 2017.

Primeira:

Agentes Penitenciários já estão com meio caminho andado para que a categoria seja transformada em Polícia Penal. Nesta semana, no Senado, a PEC foi aprovada por unanimidade. Vai agora à Câmara Federal para ser emendada e retornará novamente para aprovação final.

Segunda:

Essa vitória para os Agentes Penitenciários é a luta travada por Fernando da Anunciação (Feserp), e do André Luiz Santiago (Sinsap). Esses dois leões acreditaram na luta, que às vezes parecia avançar e noutras voltavam à estaca zero. Os Agentes Penitenciários merecem esse reconhecimento, mas a luta ainda não acabou.

Terceira:

Em Brasília está no fim a gestão do PGR Rodrigo Janot. Dia 19 ele depõe as armas. Até lá continua mandando suas flechas contra o presidente Temer e a classe política. Janot está enfraquecido por ter dado ‘delação premiada’ à caterva da JBS.

Quarta:

Enquanto os Irmãos Batista continuam na tranca, aqui no Estado aconteceram dois incêndios que podem ser criminosos. Um na fazenda de eucaliptos da JBS e outro no Frigorífico Buritis, de Aquidauana.

Quinta:

Falando em frigorífico, o Buritis precisa ser lavado com anil e sal grosso para tirar a ‘ziquizira’ e o dia é hoje, sexta-feira. Eles foram denunciados na delação da JBS; perderam um sócios em desastre automobilístico e agora tiveram uma caldeira incendiada. Muita coisa ruim em pouco espaço de tempo.

Sexta:

Corre boato que Ivanildo da Cunha Miranda teria feito uma ‘delação premiada’ por debaixo do pano, desembuchando tudo a respeito de negócios ilícitos feitos por ele no governo de Reinaldo Azambuja.

Sétima:

Apareceu o responsável por alterar a cena do atropelamento com a morte da D. Verônica, de 91 anos, no Bairro Tiradentes. O carro é da esposa de um ‘procurador de Justiça’ e quem mandou tirar o veículo do local foi ele.

Oitava:

Dona ROSA ALVES DOS SANTOS, que estava entubada há três dias no CRS da Coophavila II, foi transferida na noite de ontem para o Hospital Rosa Pedrossian. A Saúde continua sendo um grande problema nesta Capital, infelizmente.

Nona:

O laticínio de Terenos fechou as portas deixando quase ‘trezentas’ pessoas desempregadas. Não teve apoio de ninguém, muito menos da administração ‘chinfrim’ do atual prefeito, que por sinal vai de mal a pior.

Décima:

A ‘arte-pornô’ do MARCO – Museu de Arte Contemporânea em nossa Capital, foi denunciada na polícia pelos deputados: Paulo Siufi, Cel. David e Herculano Borges. Segundo eles “as fotografias são uma ‘Ode’ à pornografia e pedofilia”. O MARCO – sustentado com dinheiro dos contribuintes – virou lugar de exposição erótica, mas tem tão pouco público que a notícia é maior que a exposição.

Segunda-feira eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários