As Dez Mais

Terça-feira, 12 de Setembro de 2017.

Primeira:

Deodápolis está entristecida com o suicídio da ex-primeira-dama Cirene Passarini Martins. Ela estava acometida por um câncer, e desesperada, se enforcou na varanda dos fundos da residência onde morava. Cirene foi sepultada ontem sob comoção do povo da cidade.

Segunda:

Quem apostava que a Bolsa de Valores iria despencar com a prisão de Joesley Batista, dono da JBS/Friboi se enganou redondamente com o mercado. A Bolsa se manteve em alta o que demonstra que, apesar da potência do grupo J&F na área frigorífica, ela não é maior que o mercado.

Terceira:

Joesley e Ricardo Saud já estão desconfortavelmente instalados numa cela na Superintendência da Polícia Federal em Brasília. Foram transferidos ontem depois de esperar 3 horas no aeroporto pelo embarque. A prisão que seria de 5 dias tende a se prolongar caso seja transformada em prisão preventiva.

Quarta:

A Justiça Federal suspendeu o acordo de leniência firmada entre a Procuradoria Geral da República com o Grupo J&F. Nele havia uma multa prevista de R$ 10 bilhões, mas agora tudo irá depender do STF que terá que validar o acordo considerado “esquisito” firmado por Rodrigo Janot com os Irmãos Batista.

Quinta:

Quem se deu bem em toda essa “brigaiada” foi o deputado federal Carlos Marun. Está entrando na sala da presidência sem bater. Virou homem de confiança do presidente e está em alta no mundo da política. Marun se tornou uma referência na mídia nacional e é destaque na avaliação do DIAP.

Sexta:

O jornalista Antonio João Hugo Rodrigues está muito bem depois de ter colocado dois stents na semana retrasada. Tanto é verdade, que final de semana foi à Aquidauana comer aquele peixinho delicioso que só o Amarelinho sabe fazer.

Sétima:

O dia amanhece com uma pesquisa de avaliação do IPEMS colocando o prefeito Marquinhos Trad com 50,18% na avaliação da opinião pública.

Oitava:

Pedágio na Br-163 ficará R$ 0,50 centavos mais caro a partir da meia-noite de quinta-feira, dia 14. A CCRMSVia volta a encher os cofres sob a promessa de retomar as obras. Ninguém da classe política chiou sobre esse aumento que a concessionária não merece.

Nona:

Ladrões planejavam um assalto à Casa China, mas fizeram tanta firula que acabaram presos. No Paraguai a polícia tem conseguido andar na frente do crime.

Décima:

O MInistério Público Estadual pediu a interdição do Curtume e Graxaria Qualy Peles, no Indubrasil sob a acusação de poluição e outras irregularidades. Num momento em que faltam empregos, melhor seria solicitar à empresa que se adaptasse às novas regras. Se houver fechamento muita gente vai perder o emprego. Nada como ser da promotoria em um país sem problemas como o nosso.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuui

Comentários

Comentários