As Dez Mais

Quarta-feira, 06 de Setembro de 2017.

Primeira:

Como se diz no Centro-Oeste: o Procurador-Geral da República Rodrigo Janot “trombou no farpado”. Virou chacota nacional ao dar exagerada credibilidade aos bandidos da JBS/Friboi que acabaram “matando” todo um trabalho feito pelo Procurador. Dizem que pior é o que está vindo por aí.

Segunda:

Embora esteja todo levado à breca, Rodrigo Janot já mandou um recado aos delatados: “Tudo o que foi delatado continuará valendo e será investigado”.

Terceira:

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), denunciado por Wesley Batista de ter recebido R$ 38 milhões em propinas, pagas na Governadoria em mãos, e respaldadas por notas frias, vai continuar no olho desse furacão.

Quarta:

Inteligente foi o que fez o ministro Gilmar Mendes quando Rodrigo Janot pediu que o STF respaldasse a delação premiada por ele concedida aos Irmãos Batista da JBS/Friboi. O ministro não se intrometeu e Janot acabou sendo o criador da delação e seus benefícios.

Quinta:

Polícia Federal passou a noite contando com máquinas as malas de dinheiro encontradas dentro do apartamento alugado pelo ex-ministro Gedel Vieira, em Salvador. O total é de R$ 51 milhões.

Sexta:

Se nenhum deputado estadual mexer os “pauzinhos” o Governo do Estado vai acabar entregando os hospitais Regionais à terceirização. A técnica que está sendo utilizada é do sucateamento e calote aos repasses.

Sétima:

Hoje o Corpo Clínico do Hospital Regional de Ponta Porã paralisou atendimento e publicou uma ‘Carta Aberta’ cobrando os salários atrasados da Secretaria de Saúde do Estado. A dívida chega a R$ 5 milhões. O atendimento está reduzido para 30% da capacidade do hospital. Cirurgias eletivas e ortopédicas estão suspensas. Até que lhes paguem, só farão cirurgias de urgência e emergência.

Oitava:

No PS do HR de Ponta Porã os médicos iniciaram a ‘operação tartaruga’. A PM foi chamada para conter pacientes que esperavam atendimento. A lavanderia fornecerá só 30% do enxoval necessário ao funcionamento.  Os 200 pacientes atendidos por dia foram reduzidos para 60. Imaginem: Azambuja ganhou o Governo do Estado prometendo fazer uma saúde de primeiríssima qualidade…

Nona:

A Santa Casa de Campo Grande vai botar a mão em 200 milhões do BNDES a partir de 2018, graças ao sancionamento do presidente Rodrigo Maia que criou o Programa de Financiamento para Santas Casas.

Décima:

Pressionadas pela programação da Difusora-FM 101.9, as demais FMs americanizadas começaram mudar suas programações tocando músicas que não tocavam. Algumas estão indo ao interior do Estado de São Paulo buscar comunicadores para tapar o rombo em suas programações. A Difusora-FM 101.9 entrou na competição sem copiar ninguém e fazendo um rádio com a “cara” do povo, por isso está atingindo os mais altos e inesperados índices de audiência.

Segunda-feira eu volto.

Abraço.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários