As Dez Mais

Sexta-feira, 30 de junho de 2017.

PRIMEIRA:

O Superintendente do Procon, Dr. Marcelo Salomão, realizou blitz em farmácias e encontrou muitos remédios vencidos nas prateleiras. Numa entrevista ao meu programa na DIFUSORA-FM 101.9 nesta manhã, pediu às pessoas que estão aviando suas receitas cuidado máximo com as datas. Procon 151 às suas ordens.

SEGUNDA:

Um promotor de Três Lagoas sofreu “terrível” condenação dos colegas ontem, diante do Conselho do Ministério Público. Acusado por ter realizado um ‘Moto Show’ em Três Lagoas, sem licença ambiental, o promotor ficou “proibido” de exercer qualquer cargo de confiança!.

TERCEIRA:

Em Tacurú a cidade amanheceu com prefeito. A administração municipal começa caminhar para a normalidade. O presidente da Câmara, acusado de tentar “peitar” a Justiça e querer ‘embaçar’ a posse do prefeito eleito, entrou para a mira do Ministério Público que quer “entender” a fama dele de ser o “Rei das Diárias”.

QUARTA:

A obra da Mato Grosso com a Via Park vai demorar mais 30 dias. Em visita ao local – prefeito Marquinhos Trad e o Governador – a turma ‘aloprada’ da comunicação do Governo levou um “Drone” para fazer filmagem. O aparelho se descontrolou, bateu num poste, podou árvores e quase caiu no ‘pé esquerdo’ do governador.

QUINTA:

Ontem o presidente da ALMS Junior Mochi, estava dando entrevista a uma rádio quando lhe perguntaram se o PMDB teria candidato a governador. No momento que ia responder acabou a energia e a emissora saiu do ar. Dizem que quedas de ‘drones’ e ‘falta de energia’ são sinais de ‘ziquizira’.

SEXTA:

Ontem “mataram” de novo o ex-governador Wilson Barbosa Martins nas redes sociais. A conversa ‘fiada’ começou nos grupos de WhatsApp e se estendeu internet afora. Em 40 anos de jornalismo já vi o Dr. Wilson ser noticiado como morto pelo menos umas 5 vezes. Teve até um site de uma pastora que noticiou a morte e o colocou com 97 anos. Wilson está vivo, internado na UTI do Proncor. Seu estado de saúde inspira cuidados.

SÉTIMA:

Desobediência à Justiça se resumiu numa “pegada” dolorida no SinMed. A multa diária, se continuarem com essa “gracinha’ de “greve”, passou de mil para R$ 100 mil reais/dia. Também foi bloqueado R$ 20 mil da conta do sindicato, e a Polícia Civil está investigando o Dr. Flávio Barbosa que estava promovendo a barafunda. Todo mundo sabia que o enfrentamento era uma fria, menos o presidente do SinMed.

OITAVA:

O STF mandou o STJ apurar as denúncias dos donos da JBS/Friboi em relação ao pagamento de propinas em nosso Estado e emissão de ‘notas frias’, as chamadas “vaca-papel”. Os advogados do governador não conseguiram o pedido de anulação ou revisão da delação. Agora o jeito será agüentar o tranco.

NONA:

Babá heroína: era passageira de um carro, cujo motorista saiu de uma festa – entre Itaquiraí e Naviraí – e em alta velocidade perdeu a direção, capotou várias vezes e mergulhou num rio. A babá de 15 anos, saiu nadando e salvou a bebê de 2 anos. Os demais ocupantes do veículo – 3 pessoas – morreram afogados.

DÉCIMA:

Segunda-feira (03/07) é o “Dia D” para o entendimento entre Governo do Estado e funcionalismo. Espera-se uma grande movimentação de associações e sindicatos na porta da Governadoria a partir das primeiras horas. O SINPOL permanece firme, acampado no local. Eles não aceitam intermediários na conversa. Querem ouvir do Governador. Se não houver entendimento, podem se preparar para o pior.

Segunda-feira eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários