As Dez Mais

Quinta-feira, 29 de junho de 2017.

PRIMEIRA:

A CPI DA MORTADELA que investiga incentivos fiscais dados à JBS, vai custar R$ 30 mil reais por mês à Assembléia. Os 120 dias que deveria durar a investigação, provavelmente serão prolongados. Como diziam em 64: “Não quer que se apure?… Monte uma CPI”.

SEGUNDA:

Esse negócio de investigar o ex-chefe da Casa Civil, Sérgio de Paula, por ter usado um avião velho desses cautelados ao Estado para ir urgente a Andradina-SP, socorrer a família cujo pai havia falecido, mais parece coisa de quem não tem o que fazer. Sérgio merecia um prêmio pela coragem de ter voado com a família nesses velhos aviões do Estado.

TERCEIRA:

Nailor Vargas, presidente afastado do Sindicato dos Servidores da Assembléia Legislativa, disse hoje no meu programa que “Já cumpriu com galhardia o seu papel dentro do Sisalms e que vai dependurar as chuteiras”. Vai deixar saudades. Esse Sindicato se divide em ‘antes’ e ‘depois’ de Nailor.

QUARTA:

Na entrevista Nailor relembrou ícones da nossa política entre eles Jerson Domingos, que foi um dos presidentes da nossa Assembléia mais próximos dos servidores. “Época de ouro e de motivação para todos os servidores” disse Nailor, lamentando que Jerson tenha deixado a política para ingressar no “convento” como é chamado o Tribunal de Contas.

QUINTA:

Tacuru amanheceu com novo prefeito. Tomou posse ontem o querido Carlinhos Pelegrini, cuja posse estava sendo “sacaneada” pelo presidente da Câmara, que quando viu que estava comprando confusão com a Justiça Eleitoral – que é Federal – voltou atrás e resolveu dar posse ao prefeito eleito.

SEXTA:

Voltando à homenagem prestada ao ex-governador Wilson Barbosa Martins, pelos seus 100 anos. Por lá esteve o ex-governador Dr. André Puccinelli (PMDB). Foi cercado de abraços, apertos de mão, selfies e tapinhas nas costas. O Governador não compareceu.

SÉTIMA:

Pessoal do Mário Covas e do Jd. Cangurú foram ontem novamente notificados. Se não pagarem as dívidas com a Ehma vão perder seus imóveis e serão despejados pela justiça. A Ehma tem hoje: 12.323 mutuários inadimplentes, e R$ 63 milhões para receber.

OITAVA:

O ministro Fachin vai dar andamento nas delações dos irmãos Wesley e Joesley Batista, da JBS/Friboi. O STJ deverá movimentar as investigações recebidas e sua presidente linha dura, ministra Laurita Vaz, terá de 3 a 30 dias para oficiar à Polícia Federal às primeiras “visitas” aos denunciados.

NONA:

Tensas as relações entre Governo do Estado e servidores. O prazo para que as coisas não tomem outro rumo termina dia 3 de julho, quando estarão sendo convocados todos os servidores para irem para a porta da Governadoria fazer uma ruidosa manifestação.

DÉCIMA:

Presidente de entidade que se especializou em levar indústrias para o Paraguai, e seu amigo que virou secretário de Estado, fotografados no Shopping China comprando 50 mil reais de vinhos importados de 800 reais a garrafa. Com quem pode não se brinca.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários