As Dez Mais

Terça-feira, 23 de maio de 2017.

PRIMEIRA:

Pessoal da SESAU precisa ficar de olho no almoxarifado que distribui remédios e insumos aos postos. Ontem teve lugar que não tinha esparadrapo. Hoje estão reclamando da falta de sondas.

SEGUNDA:

Dizem que no DETRAN tem uma jovem exuberantemente linda que não aparece para trabalhar e ninguém fala nada, porque ela diz ter ‘peixada forte’ lá na Governadoria. O “Você sabe com quem está falando?” funciona muito bem no governo do Azambuja.

TERCEIRA:

Depois de duas notas oficiais, três entrevistas exclusivas e uma entrevista coletiva, além de uma profusão de releases e manchetes encomendadas tentando se explicar, os marketeiros do Reinaldo esqueceram de dizer pra ele que “Os detalhes são o endereço do diabo”.

QUARTA:

Quando Reinaldo diz que “não são 10, mas 10,5 milhões de dinheiro do JBS na sua conta” ele tenta misturar pagamentos. Uma coisa é o repasse da nacional, outra o ‘repasse’ do internacional Joesley. Trocando em ‘miúdos’: “Governador, eles estão falando de ‘outros’ 10 milhões”.

QUINTA:

O verdadeiro medo do governador não é o “impeachment” protocolado pelo Ver. Vinicius Siqueira; não é a Assembléia Legislativa e muito menos a OAB/MS. O medo está no STJ que, se decidir investigá-lo pode mandá-lo pra casa na hora e sem discussão, aviso prévio e até direito de sacar o Fundo de Garantia, embora conta inativa não seja bem do seu perfil.

SEXTA:

O protocolo da ALMS me informou no final da tarde de ontem que o governador Reinaldo Azambuja “já pode pedir música no Fantástico”. Até as 16 horas já eram ‘três’ os pedidos de impeachment contra ele.

SÉTIMA:

A Polícia Federal amanheceu prendendo os ex-governadores José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz, do Distrito Federal, além do ex-vice governador Tadeu Filippelli, atual assessor do presidente Michel Temer. São alvos de investigação do esquema de corrupção do ‘Garrinchão’ na Capital Federal.

OITAVA:

Enquete no meu programa Boca do Povo pela super rádio DIFUSORA sobre o sentimento do povo, se acham que o governador é ‘culpado’ ou ‘inocente’ nessa delação premiada do JBS obteve na manhã de hoje o seguinte: das 28 pessoas votantes, 20 acham Reinaldo culpado, oito acham que ele é inocente. Esse é também o sentimento das ruas. Politicamente Reinaldo tem bons motivos pra seguir chorando.

NONA:

Na desastrada coletiva de ontem na Governadoria, só a imprensa “aliada” teve direito de repetir as perguntas previamente elaboradas. O governador desabou em choro duas vezes. O efeito da incompetência dos ‘marketeiros’ fez entrar um ‘governador em dúvida’ e sair um ‘governador culpado’ pela opinião publica. É o que dá querer ser aprendiz de feiticeiro.

DÉCIMA:

Amanhã acontece em Brasília-DF a ‘Marcha dos Cem Mil’. O amigo Fernando da Anunciação, presidente nacional da FENASPEN está viajando pra lá com 20 ônibus representando Mato Grosso do Sul. O tema deste ano, além das reformas é o que está na última moda em Brasília: “Fora Temer!”.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuui.

 

Comentários

Comentários