As “dez” mais


Sexta-feira, 23 de dezembro de 2016.

(Faltam: 02 dias para o Natal).

Primeira:

Esta é a nossa última coluna do ano. Voltaremos dia 23 de Janeiro, após as ‘Férias Coletivas’. Quero aproveitar para agradecer ao prestígio de todos à revista BOCA DO POVO e à nossa querida Rádio DIFUSORA. Estaremos trabalhando na implantação da DIFUSORA – FM 101.9 Gz. Obrigado a todos. Deus os protejam grandemente.

Segunda:

Registro com pesar o falecimento da minha amiga Vilma Delovo, ex-esposa do amigo Jornalista Aquiles Silva. Toda e qualquer partida deixa saudades. Mas acredito estarmos por aqui para experimentarmos a grande alegria de viver. O retorno à Pátria espiritual é obrigatório.

Terceira:

Meu EDITORIAL de hoje no programa BOCA DO POVO está sendo bastante elogiado nas redes. Recebi vários telefonemas a respeito do comentário ao atual governo e da missão do governador Reinaldo Azambuja em administrar bem, ser reeleito, e criar uma nova plêiade política que corresponda aos nossos anseios.

Quarta:

Correião de hoje abriu espaço para Nelsinho Trad que tem sido lembrado como futuro senador em 2018. Embora muito cedo para essas conjecturas, Nelsinho é um nome que cabe em qualquer nova montagem política que for feita na próxima eleição. Uma inteligência a ser aproveitada.

Quinta:

O TJMS terminou o ano com grandes realizações. A boa administração do Dr. João Maria Lós, é impossível de não ser comentada positivamente. O próximo ano começa com a Desembargadora Tânia Garcia assumindo a presidência do Tribunal Regional Eleitoral. Ela representa o empoderamento da mulher nas funções jurídicas neste Estado.

Sexta:

O senador Pedro Chaves termina o ano como a grande revelação política estadual. Soube dominar como ninguém a arte da boa política. Surpreendeu pela alta capacidade de bom relacionamento. Merece nosso respeito, apoio e o destaque como político sério, honrado e que certamente continuará nos representando no Senado da República.

Sétima:

Outro que também não podemos esquecê-lo é o diretor-presidente do DETRAN, nosso querido Gerson Claro. Ele tem lutado para que o órgão preste cada vez mais serviços de qualidade à população, e tem batido de frente com decisões equivocadas do DENATRAN. Passou 2016 na luta e acertou ao traçar com régua e compasso os passos desse órgão gigantesco do qual é o timoneiro.

Oitava:

Não podemos fechar 2016 sem reconhecermos a importância de pessoas abnegadas como as queridas amigas: Fátima Azambuja, Tereza Name, Rosaura Dittimar, Marilene Coimbra, Loreta Zardo, Janete Morais, Terezinha Trad, Mara Caseiro, Maria Aparecida Pedrossian e Zeina Siufi e muitas outras, que cometerei o erro de não citá-las porque são inúmeras as que merecem nosso carinho e respeito.

Nona:

Alcides Bernal passará à história administrativa desta Capital como o prefeito mais mentiroso que já tivemos. Tem tudo para sair do cargo pela ‘porta dos fundos’. Acabou com a cidade. Será eternamente lembrado pela sua incompetência administrativa. Jogou todos os que nele acreditaram ao sofrimento. Será lembrado como o maior “promessinha” da nossa política. Aliás: lembrado não… esquecido.

Décima:

Aos colegas jornalistas deixo meu carinhoso abraço com votos de um Feliz Natal e de Próspero Ano Novo. Que no próximo ano tenhamos muitas boas histórias para contar aos que nos ouvem, lêem ou assistem. A todos que trabalharam honrando essa maravilhosa profissão, que Deus os iluminem eternamente, para que possam ser a luz aos olhos de tudo aquilo que às vezes é difícil ou impossível de enxergar. Feliz Natal… Feliz Ano Novo!. Até 23 de Janeiro quando estaremos de volta nessa trincheira do bem.

Fuuuuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários