AS 10 MAIS

QUINTA-FEIRA (03/09)

1ª)

O ministro da Justiça José Eduardo Cardozo (com ‘Z’), deu ontem um “passeio” por Campo Grande em jatinho da PF, bateu boca com uma produtora rural, ameaçou para que não importunem indígenas invasores e foi embora sem resolver nada do que seria esperado. Esse tipo de rompância é que está acabando com o PT neste país.

2ª)

Foi um erro de Joaquim Levy, da Fazenda, mandar um Orçamento com déficit de 30 bilhões para ser votado. Além das críticas, inclusive de aliados, o dólar disparou mais uma vez. Esse procedimento se iguala ao camarada que vai emitir um cheque sem fundos, só que o governo federal ‘avisa’ além de emitir avisou não ter fundos. Minha nossa!.

3ª)

O ex-governador André Puccinelli deixou o Gaeco numa saia justa. Tinha sido convocado para hoje, mandou falar que não vai porque tem coisas mais importantes a fazer e vai marcar a data que poderá ir. André é apontado pelo prefeito reconduzido pelo TJMS como articulador do ‘golpe’. Para uma cidade cuja classe política está encolhida com medo do Gaeco, André deu uma resposta altiva, corajosa e destemida.

4ª)

Já não existe mais rumo para a investigação do GAECO. A turma do prefeito reconduzido diz que houve ‘golpe’ e a classe política diz que ‘não’. O CNJ está de olho no TJMS, e há quem diga que a liminar que sustenta o prefeito poderá cair a qualquer momento. É uma queda de braço entre indícios e provas. A responsabilidade é do Tribunal de Justiça pelo que está acontecendo neste período na administração municipal.

5ª)

Hoje quem vai tomar ‘cafezinho’ na Promotoria é o vereador Vanderlei Cabeludo, considerado como filho do ex-governador André Puccinelli. Também será ouvido o dono do prestigioso site Midiamax, empresário Carlos Naegele. Nessas investigações gigantescas é comum que se percam os rumos, e já tem gente apostando que a montanha poderá parir um rato.

6ª)

Ontem foi dia de protesto de pessoas na porta da Prefeitura. Moradores da favela ‘Cidade dos Anjos’, atrás do Jardim das Hortências, que estão vivendo de promessas desde março do ano passado quando o prefeito reconduzido pelo TJMS prometeu colocá-los em casa própria e não cumpriu. Eles esperaram 4 horas por atendimento e ainda saíram de lá com as mãos abanando.

7ª)

O prefeito de Bela Vista, na fronteira com o Paraguai, contratou uma empresa de sua cunhada para prestar serviços à prefeitura. Essa é apenas uma das irregularidades apontadas numa sindicância que está sendo feita sobre suas irregularidades. O Dr. Renato de Souza Rosa segue afastado do cargo.

8ª)

As concessionárias de veículos novos estão se descabelando para conseguir vender. A queda já chega a 23{d124abb9778216420301f7a7fdee54f2d809ca471a8d69088da1a3e9d609e3df}. Ninguém quer se comprometer com dívidas, ainda mais com esses juros estratosféricos e o futuro incerto. Também a compra de imóveis na planta estão emperrados. Uma pessoa ligada ao mercado imobiliário garantiu que a queda chega a 45{d124abb9778216420301f7a7fdee54f2d809ca471a8d69088da1a3e9d609e3df}.

9ª)

Segunda-feira, dia 7 de setembro – é feriado. Pouco importa o que quer que seja, mas Campo Grande fica vazia quando esses feriadões acontecem. Só que desta vez a coisa poderá ser diferente. Os salários da prefeitura vão ser pagos escalonados, e muita gente poderá ficar na cidade por falta de grana. De qualquer forma, é bom saber que naquela data será comemorado o ‘centésimo- nonagésimo-terceiro’ ano da Independência do Brasil, apenas de Portugal, porque ainda estamos dependentes de tudo.

10ª)

Comissionados da prefeitura podem entrar na Justiça pedindo o bloqueio das contas públicas. Foram demitidos e não receberam seus direitos. Como se trata de verba indenizatória trabalhista o Ministério do Trabalho precisa agir rápido. Junte-se à isso, uma folha de 95 milhões, dos quais só existem 10 milhões em caixa, e mais 3 folhas de pagamento em dezembro. Os pagadores de impostos estão precavidos diante da instabilidade administrativa.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários