AS ‘10’ MAIS

Quinta-feira, 12 de Novembro de 2015.

1ª)

Edson Giroto, seduzido pelo dinheiro em fazer fortuna fácil, foi perdendo tudo à sua volta sem perceber. Começou pela família, depois amigos, o cargo de deputado federal, o importante cargo no Ministério dos Transportes em Brasília, e agora a presidência estadual do PR. Ele perdeu praticamente tudo, menos o foco de ficar rico.

2ª)

Pela primeira vez desde o clamoroso erro jurídico a que foram induzidos nossos desembargadores do TJMS, que reconduziram erroneamente Alcides Bernal à prefeitura, ouviu-se do Dr. Luiz Bonassini os princípios da ‘ampla defesa’ e do ‘contraditório’. Ele ‘determinou’ ao GAECO a devolução do celular do vereador Otávio Trad, e pediu que três vereadores explicassem acusações da promotoria.

3ª)

Sem o contraditório a liminar dada pela reintegração de Alcides Bernal na Prefeitura é admitida como errada e que precisa ser anulada urgentemente, a fim de se restabelecer o estado democrático de direito. Dizem que, se não fizerem isso, o CNJ poderá chegar por aqui a qualquer instante com um ‘alfaiate oficial’ já tirando medidas dos ‘pijaminhas’ de muita gente que acabará indo para a aposentadoria prematura.

4ª)

Hoje é o chamado Dia ‘D’ para o vereador Paulo Pedra. Será julgado pelo TSE por compra de votos e poderá – se cassado – perder o mandato na Câmara e ser afastado do cargo de secretário de Governo de Alcides Bernal com base na ‘Lei da Ficha Limpa’. Pedra, que é filho de santo no ‘candomblé’ tá ‘correndo gira’ há vários dias para ver se escapa dessa.

5ª)

Edson Giroto e Maria Wilma Casanova já estão no GARRAS à disposição da Justiça. A liminar que liberou a ambos foi cassada pelo desembargador Dorival dos Santos. Maria Wilma está em estado de choque e chorando muito.

6ª)

O senador Delcídio do Amaral recebeu em Brasília o governador Reinaldo Azambuja, levando-o para negociar a dívida do Estado junto ao Tesouro Nacional. Essa atitude de estadista do senador mostra carinho e respeito por Mato Grosso do Sul, e ao entabular entendimento com Reinaldo Azambuja, que o venceu na corrida pelo governo do estado, mostra que diferenças políticas são de menor relevância quando o futuro do Estado é objetivo maior.

7ª)

Das 55 emissoras de rádio de Ondas Médias existentes em Mato Grosso do Sul, apenas 4 não pediram a mudança para a frequência de FM. O prazo para esse pedido terminou dia 10 (terça-feira). O senador Delcídio do Amaral disse hoje em meu programa que está trabalhando firme para que MS esteja entre as primeiras 200 emissoras que mudarão para a nova tecnologia.

8ª)

Alcides Bernal está mais perdido que ‘cego em tiroteio’ quando o assunto é ‘tapa-buracos’. Ontem ele fez uma solenidade chinfrim e atabalhoada ensaiando uma campanha contra a buraqueira que ele próprio deixou criar com a falta de manutenção, mas as máquinas não trabalharam. O dinheiro que ele tem dá para tapar ‘mil buracos’ e Campo Grande possui 350 mil deles. As empresas do setor temem Bernal lhes dê o calote ou não fique no cargo.

9ª)

Hoje será o Dia ‘D’ para o ex-prefeito Gilmar Olarte. Ele será julgado pela Câmara com base nas denúncias feitas pela justiça. O vereador João Rocha preside a Comissão que poderá cassá-lo. Paulo Siufi é o relator. A partir do meio-dia o destino político de Olarte será decidido.

10ª)

Definido pelo TSE o calendário político para as eleições municipais de 2016. O primeiro turno será no dia 2 de outubro e o 2º turno dia 30. As convenções partidárias para escolha de candidatos devem ser feitas de 20 de julho a 5 de agosto. As regras já estão definidas. Salve-se quem puder.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários