AS ’10’ MAIS

Sexta-feira, 23 de Outubro de 2015.

1ª)

A invasão de dois PMs à paisana na Câmara Municipal ontem, está dando ‘pano pra manga’ no Governo. Reinaldo determinou ao Comandante-Geral o recolhimento de todos os Pms que estavam à disposição da Prefeitura.

2ª)

Mais de 600 PMs que estão fora da farda e à disposição de órgãos que nada tem a ver com policiamento, poderão perder a ‘boquinha’. O governador determinou ao Comandante-Geral da Polícia Militar para que faça uma lista desses beneficiários e prometeu acabar com esse tipo de farra.

3ª)

A irritação do governador Reinaldo Azambuja é compreensível. Ontem Bernal disse à imprensa que “Não é comandante-geral da PM, portanto, não tem qualquer responsabilidade pela invasão à Câmara Municipal”, e isso jogou a bomba no colo do governador que é o comandante-em-chefe da Polícia Militar no Estado. A ordem é recolher todo mundo.

4ª)

Apavorado com as graves repercussões da recondução de um prefeito cassado à Capital, por conta de uma investigação parcial e cambeta, o TJMS ‘determinou’ ao GAECO que recolha todos os celulares da ‘turma’ do Bernal e aliados, provocando uma correria geral atrás desses aparelhos. A ‘Página 3’ do Correio do Estado fez estragos na promotoria aqui e em Brasília. O medo é que depois do assunto ter chegado ao CNMP e CNJ, acabe em pronunciamento na Câmara Federal e no Senado e resulte em ‘pijamas’.

5ª)

A administração do TJMS já não vinha bem e ficou pior depois da reportagem de ontem, isto porque, está ficando claro que houve intromissão política da Justiça com o fito de beneficiar grupo político que se fazia de vítima. O uso da força dos desembargadores de forma inteligente, fez com que eles virassem inocentes úteis à uma causa que conduziu Campo Grande ao caos.

6ª)

O grande enigma será saber ‘quem foi beneficiado com essas decisões atabalhoadas’. Há quem diga, que tudo isso tenha sido para produzir uma ‘cortina de fumaça’ e esconder o escândalo da ‘Lama Asfáltica’ que envolve outra turma de interessados: a do André Puccinelli.

7ª)

Numa cidade com 300 mil buracos considerados grandes, o ‘prefeito interino’ tem feito churrasco com ‘pé de frango’. Arrumou um dinheirinho, mandou tapar 1.300 buracos e contratou um fogueteiro para comemorar essa operação pífia, que não espelha a realidade da necessidade de providências em Campo Grande.

8ª)

Dizem que o poderoso Ueze Zahran está de olho no ‘Porto Seco’ de Campo Grande cujas obras estão paradas.

9ª)

O BNDES pediu a falência da Usina de Álcool de José Carlos Bumlai. Aliás, ele está nas mãos do juiz federal Sérgio Moro, que poderá decretar sua prisão a qualquer instante por ter recebido ‘pixuleco’ na compra de navios-sonda da Petrobras.

10ª)

Luiza Ribeiro é mesmo a ‘rainha da boquinha’. Se deu bem nos governos Zeca, Puccinelli, na administração de Nelsinho Trad e na de Bernal. Em todas sempre empregou seus maridos. O atual virou agora sub-Chefe da Casa Civil do Governo do Estado. O ex, é seu chefe de gabinete na Câmara Municipal. Está explicado portanto, seu apelido de ‘Dona Flôr’.

Segunda eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários